3 dicas para comprar o tapete ideal
Reprodução: Alto Astral
3 dicas para comprar o tapete ideal

Nada melhor do que deixar a casa mais charmosa, não é mesmo? Assim, uma primeira etapa para embelezar e deixar o seu lar com um ar aconchegante pode ser incluir um tapete na lista de itens must have de decoração.

Afinal, com a peça mais encorpada, é possível trazer um charme extra para qualquer cômodo e, além disso, deixar seus pés quentinhos nos dias gelados.

Usado de forma estratégica, o tapete agrega ao projeto, podendo ampliar, setorizar ou até mesmo trazer mais personalidade ao espaço. E embora o mercado ofereça uma variedade enorme de modelos, estilos e tamanhos, existem dicas básicas que devem ser aplicadas antes de comprar um tapete.

Por isso, a arquiteta Daniela Barranco, selecionou 3 dicas que você precisa saber antes de escolher o tapete certo para o seu lar . Confira:

Medidas

Shuttestock

Ao adquirir a peça, muitas pessoas não se atentam a detalhes simples que podem fazer toda a diferença no resultado final, como, por exemplo, o tamanho do tapete. Ao mesmo tempo que a peça pode ampliar um ambiente de metragem reduzida ou setorizar um espaço integrado, ela também pode fazer ao contrário.

"É muito interessante ousar com essas proporções, complementando o espaço e atendendo as necessidades do cliente”, afirma Barranco. Essas possibilidades são feitas com a proporção em relação aos outros elementos da decoração, vale lembrar que o tapete é a moldura entre o mobiliário.

Material para cada ambiente

Shuttestock

Você viu?

Estudar a matéria-prima é importante para saber a qualidade do produto que você está adquirindo. Para a área interna, lã, algodão, juta, seda e outros tipos de fibras naturais são alguns dos principais materiais usados na fabricação das peças para esse ambiente.

Ademais, Barranco explica que além do apelo estético e de qualidade, os diferentes materiais permitem trabalhar a textura no projeto de interiores. "Assim, o aconchego e sofisticação predominam, proporcionando uma sensação de bem-estar no ambiente”, revela.

E, claro, entender as necessidades da família também faz parte da escolha do material, visto que existem materiais especializados para diferentes finalidades.

Estilo

Shuttestock

Como já dito antes, o tapete é uma peça curinga na decoração do ambiente que pode ser usado para destacar um ponto de cor especifico ou de fazer uma base neutra para emoldurar todo o comodo.

E para quem quer trazer cor para dentro de casa, Barranco afirma que o tapete é fundamental para cumprir esse processo. “Existe uma infinidade de opções de tapetes, por isso é tão gostoso criar com esse elemento no projeto. Um exemplo é o Kilin Oriental, onde predomina os tons étnicos ou as linhas mais contemporâneas, que destacam as cores neutras”, pontua.

A forma que a cor será explorada dentro de um espaço é ilimitada, mas a certeza é que com a cor certa, o tapete pode mudar completamente um ambiente.

Fonte: Daniela Barranco, arquiteta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários