Alto Astral

Lu, do Magalu, abre seu perfil do TikTok para creators LGBTQIA
Reprodução: Alto Astral
Lu, do Magalu, abre seu perfil do TikTok para creators LGBTQIA

Primeira influenciadora virtual do Brasil, a Lu, do Magalu , tem acertado cada vez mais nas ações que leva para o âmbito digital. No mês do Orgulho LGBTQIA+ , a estrela da rede brasileira de compra e venda abriu seu perfil no Tik Tok para que criadores da comunidade LGBTQIA+ subissem conteúdos sobre o tema na plataforma, dando, assim, visibilidade ao assunto e conscientizando seus mais de 3 milhões de seguidores sobre as pautas LGBTQIA+.

Bianca Dellafancy , Ana Carolina Apocalypse , Eric Borges , Dante Oliver , Louie Ponto , Doarda e Transpreta - que também é a curadora do projeto - são alguns dos nomes que figuraram o perfil de Lu no mês de junho. Gírias LGBT+, frases mais ouvidas e até mesmo a saída do armário estão entre os assuntos já abordados na página de Lu.

#LivreParaSer

De acordo com com Pedro Alvim, gerente de Marca e Redes Sociais do Magalu, a iniciativa faz parte da campanha global encabeçada pelo TikTok no mês do Orgulho:

“Nos unimos à campanha global do TikTok no mês do Orgulho, com a hashtag #LivreParaSer, para potencializarmos ainda mais as vozes de creators LGBTQIA+ da plataforma. Para isso, decidimos abrir espaço em nosso perfil no TikTok para dar ainda mais visibilidade para conteúdos relevantes sobre a comunidade. Somos aliados da causa e o Magalu sempre valorizou a representatividade e diversidade em suas iniciativas. Com esse projeto, vamos publicar ao longo do mês, conteúdos informativos e educacionais, que entendemos ser de fundamental importância neste momento em que vivemos”, ele afirmou.

Você viu?

Na estreia do #LivreParaSer, Lu abriu o convite a vários criadores de conteúdo para assumirem seu perfil em junho. O estreante da ação foi o artista de 20 anos Brezz , que desenhou a bandeira colorida , símbolo da representatividade.

Vale mencionar que a ação, criada em conjunto com a Rede Snack, acontece no perfil da Lu até o dia 30 de junho. Os vídeos, postados ao longo dos dias do mês, ficaram salvos no perfil e poderão ser assistidos a qualquer momento.

Visibilidade LGBTQIA+

Essa não é a primeira vez que a marca abre espaço para a discussão de pautas ligadas à comunidade LGBTQIA+ visto que já se mostrou aliada no combate à LGBTfobia em diversas ocasiões.

A manifestação mais recente da Magazine Luiza foi em abril deste ano diante da PL 504, tentativa de excluir membros da comunidade de peças publicitárias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários