Alto Astral

Conheça soluções criativas para espaços pequenos
Reprodução: Alto Astral
Conheça soluções criativas para espaços pequenos

Quando a casa é pequena, não tem jeito! A solução é quebrar a cabeça e usar a criatividade para trazer personalidade ao local. No entanto, é possível, sim, aproveitar o aconchego de uma casa menor utilizando cada espacinho e sem ficar apertado.

Assim, para provar que é plausível, a arquiteta Ju Matos dividiu com o Alto Astral alguns macetes para quem vive em locais pequenos - vale pontuar que a profissional separaou os truques que listamos abaixo ao decorar um apartamento de 28 m² na icônica Rua Augusta da cidade de São Paulo.

De acordo com a profissional, mesmo em áreas pequenas é viável, sim, deixar o ambiente com muita originalidade e inovação. Matos explica que o óbvio seria utilizar cores claras e espelhos, mas ela justifica (e dá a dica de) outro viés: "28 m² nunca parecerão 100 m², a sacada é deixar funcional e lindo".

Nas entrelinhas do projeto

Balcões

Foto: Marcio Bacchi

Ótimo para quem quer versatilidade, os balcões suspensos possuem diversas funções, pois atendem bem quem vai fazer uma refeição ou podem ser usados até mesmo de apoio para colocar alguns objetos. "Este foi o ponto de partida, o coração do projeto. Um elemento central, leve e totalmente suspenso por cabos de aço que divide os ambientes sem pesar e não cria uma barreira visual", detalha a arquiteta.

Segundo Matos, as banquetas baixas e retrô ocupam o espaço sob o balcão quando não estão em uso e trazem personalidade para a área de refeições .

Paredes de cimento queimado

Foto: Marcio Bacchi

Você viu?

Esse detalhe garante o toque urbano da Rua Augusta para dentro do espaço. O recurso foi combinado com a parede em lousa preta, que traz um equilíbrio ao colorido compondo com a geladeira e marcenaria. O piso laminado faz a contraposição com o revestimento da parede e proporciona até mesmo conforto térmico.

Móveis planejados

Foto: Marcio Bacchi

O cliente da arquiteta pediu que o projeto comportasse a hospedagem de até três pessoas, então a solução foi a inclusão de um sofá-cama , que trouxe um charme especial e descontração com o tecido listrado. Acima do sofá foi inserido um armário com profundidade suficiente para que os moradores pudessem guardar suas malas e, abaixo, também foi embutida uma fita LED para destacar ainda mais a peça.

Foto: Marcio Bacchi

Outro exemplo são os nichos na parte inferior da cama. "Assim o espaço foi melhor aproveitado para guardar sapatos , livros ou outros objetos", completa Matos.

Foto: Marcio Bacchi

No pé da cama, o guarda-roupa teve um painel fixado em sua lateral, assim a TV fica de frente para quem está deitado na cama . "Passamos toda a fiação por dentro desta marcenaria. Além disso, o recorte no armário oferece mais um apoio para quem está deitado. Ali colocamos também uma fita LED, para uma iluminação indireta", detalha.

Fonte: Ju Matos, arquiteta formada em Arquitetura e Urbanismo, pela FAAP (2004).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários