Alto Astral

Saiba como ajudar seu pet a se refrescar no calor
Reprodução: Alto Astral
Saiba como ajudar seu pet a se refrescar no calor

Em dias quentes todos nós sofremos muito. Ficamos ofegantes, nossa temperatura corporal aumenta e uma água bem geladinha parece a única salvação. Se nós, meros humanos sofremos no verão , imagine nossos bichinhos! Tomar mais cuidado e redobrar alguns cuidados é fundamental para manter o bem-estar do nosso pet .

Para essa conversa, chamamos a veterinária Dra. Camila Dias, que dividiu dicas incríveis para o seu animalzinho se sentir mais fresco e confortável.

Proteja as patinhas

alt
Reprodução: Shutterstock

Levar seu pet para passear quando o sol está pesado não é uma boa ideia. Antes de colocar seu amiguinho de quatro patas no chão, verifique se o asfalto está muito quente.

Para ajudar, Dra. Camila explica sobre a regra dos cinco segundos: “Você vai por sua mão no asfalto por cinco segundos, e se estiver muito quente, quase insuportável, leve seu amigo para passear em outro momento do dia.”.

Para evitar queimadura e rachadura, a veterinária recomenda passar protetor solar na patinha, antes da caminhada, e depois, hidratar com bálsamo.

Melhores horários para passear com seu amigo de quatro patas

O horário do passeio ajuda muito o animal a ficar mais fresquinho. Geralmente, das seis até oito da manhã, ou no finalzinho da tarde, pode ser o melhor momento para eles. “Esses períodos evitam a hipotermia, que é quando o pet pode obter temperaturas mais quentes no corpo e começar a ter choque térmico” , conta a veterinária.

Durante o passeio, tente levar água junto com você, isso evita que o animal desidrate e sua temperatura corporal abaixe.

Você viu?

“Opte por passear na grama, ou em parques. É muito melhor. Se for gato, é melhor passear a noite, porque eles têm o instinto noturno, mas de manhãzinha também não tem problema” , aconselha Camila.

E dentro de casa?

Geralmente, eles vão para ambientes mais frescos da casa, como o chão que é mais refrigerado. “O legal é optar por um tapete gelado, que ao entrar em contato com o animalzinho, automaticamente resfria.” , explica a veterinária.

Deixar vários potes de água pela casa também ajuda o pet a ir se hidratando ao longo do dia. Sobre dar pedras de gelo: ajuda, mas nem tanto. “Em dias alternados está ótimo, mas não pode abusar porque o animal pode pegar um resfriado .

E o banho?

alt
Reprodução: Shutterstock

Ao lavar seu bichinho, tome cuidado porque pode haver mudanças bruscas de temperatura. “Dê banho em horários com menos sol, de preferência de manhã ou no fim da tarde, principalmente em animais mais idosos. O banho pode baixar a imunidade deles” , finaliza Camila.

Texto: Beatryz Gaia / Consultoria: Dra. Camila Dias / Design: Larissa Saricava

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários