Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral
Tipos de meditao: conhea 10 opes que vo alm da convencional

Quando pensamos em meditação , logo associamos a prática ao silêncio mental em posição de lótus – aquela com as pernas cruzadas e mãos posicionadas sobre os joelhos. Entretanto, o que muitas pessoas não sabem é que existem diferentes tipos de meditação ; cada um com suas origens, técnicas e ensinamentos. A dica é abrir a cabeça para experimentá-los e descobrir qual funciona melhor para o seu estilo de vida, usufruindo dos benefícios contra a ansiedade e alcançando equilíbrio emocional. Saiba mais!

10 tipos de meditação para praticar em casa

Tipos de meditação: conheça 10 opções que vão além da convencional
Foto: Shutterstock

Mindfulness

Traduzido como “atenção plena”, o mindfulness é uma modernização das técnicas difundidas pelo budismo. Como o próprio nome já indica, consiste em focar no momento presente da maneira mais consciente possível, prestando atenção em cada respiração, som ou movimento. Um dos principais benefícios da prática é a redução do estresse .

Meditação guiada

Um dos métodos mais populares da atualidade, a meditação guiada é uma ótima opção para quem nunca praticou nenhum tipo. As músicas ou narrações com essa função explicam como controlar a respiração ou relaxar, por exemplo. Pode ser encontrada com facilidade no Youtube ou aplicativos de meditação.

Mantras

Originado no hinduísmo, esse tipo de meditação não está necessariamente relacionado às práticas religiosas. De maneira geral, consiste na repetição de uma palavra ou sílabas, populares também na prática de yoga e capazes de gerar vibrações positivas no corpo ao serem pronunciadas.

Zazen

O Zazen pode ser traduzido como “meditação sentada” e está ligado às escolas japonesas de zen-budismo, uma vertente da religião. O foco da prática está na respiração, considerada uma ferramenta poderosa para a compreensão do que está passando pela própria mente.

Yoga

As posturas praticadas pelo yoga envolvem um estado de relaxamento e controle da respiração, associando benefícios físicos aos mentais. Em alguns casos, a atividade pode trabalhar em conjunto com algum outro tipo de meditação, feita no início ou final do exercício. O próprio yoga tem diversas vertentes, como hatha, raja, ashtanga, kundalini, etc.

Vipassana

Essa disciplina, que significa “ver as coisas como elas realmente são”, está ligada à tradição Theravada, outra vertente do budismo. Assim como outros tipos de meditação, seu foco está no controle e reconhecimento da respiração como forma de estabilizar a mente.

Taoísta

Seguindo o foco da religião taoísta no relacionamento entre o homem e a natureza, essa meditação tem o propósito de direcionar a energia interna do praticante. Sua principal função é acalmar o corpo e a mente por meio da busca do equilíbrio entre dualidades. Além disso, alguns dos seus aspectos estão diretamente relacionados à procura de longevidade e saúde .

Autoquestionamento

Nomeada com a tradução do termo em sânscrito atma vichara , essa prática tem como lição a busca da resposta para a pergunta “quem sou eu?”. Isso acontece por meio de uma investigação profunda dos próprios propósitos e motivações ocultas.

Transcendental

Famosa por ser praticada pelos Beatles, essa meditação é uma variação dos mantras, criada por Maharishi Mahesh Yogi . Com o auxílio de um professor especializado, o praticante pode atingir um estado de “repouso em alerta”, daí o nome transcendental.

Metta

De origem Theravada e Tibetana, está relacionada à benevolência e boa vontade. A prática tem como foco a geração de sentimentos de bondade na mente do praticante. Para isso, parte de pensamentos positivos sobre si próprio, pessoas queridas, conhecidos, indivíduos com quem tem desafios de se relacionar, igualdade entre todos e, por fim, amor pelo universo!

Texto: Redação Alto Astral | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários