Se um é pouco, dois é bom e três é demais, quatro vai além do esperado! A estadunidense Jenny Marr sabe bem o que é isso. Ela deu à luz quatro bebês idênticos. O caso é raro. A probabilidade do evento acontecer é de uma vez a cada 15 milhões de partos.

Leia também: Grávida de gêmeos e mãe de 6, mulher relata a rotina da família na quarentena

A mãe segurando seus 4 bebês recém nascidos.
Reprodução/Família Marr
Os quadrigêmeos nasceram em Dallas, capital do estado de Texas, nos Estados Unidos

Jenny Marr, a mãe dos quadrigêmeos , entrou em trabalho de parto na semana 28 da sua gestação, e deu à luz a Harrison, Hardy, Henry e Hudson, que nasceram em um parto cesariano.

''Chamamos nossos bebês de passarinhos, por que eles pareciam muito com uma ninhada de passarinhos'', disse a mãe em entrevista para o site Today .

Leia também: Mãe faz família voltar no tempo e vive o isolamento em 1945

Jenny, a mãe, e Chris, o pai, segurando os bebês na UTI do hospital.
Reprodução/Família Marr
A semelhança dos filhos já confundiu os pais dos quadrigêmeos

Os recém-nascidos tiveram que ficar na UTI neonatal por cerca de dez semanas, até que estivessem saudáveis o suficiente para poderem conhecer o seu novo lar.

No entanto, tanta semelhança entre os bebês acaba atrapalhando a mamãe. ''É muito difícil conseguir diferenciar cada um! Uma vez eu tirei uma foto dos quatro e pedi para meu marido adivinhar cada um, e ele não acertou'', conta a mãe.

Leia também: Vida no isolamento social: você é a mãe, mas também sente medo; e tudo bem

Harrison, Hardy, Henry e Hudson na foto
Reprodução/Família Marr
As fofuras Harrison, Hardy, Henry e Hudson, foram muito bem cuidadas no hospital!

Nascidos durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), Jenny relata que o hospital tomou todas as medidas de proteção possíveis para que ela e seus bebês não sofressem nenhum risco de infecção.

''Foi uma baita de uma experiência'', conta Jenny. ''Todos no hospital, desde os médicos até as enfermeiras, tornaram a minha segurança e a segurança dos meus filhos a prioridade número um'', conta a mamãe dos quadrigêmeos .

''Espero que um dia eu possa voltar para o hospital e abraçar cada um dos enfermeiros e médicos para poder agradecer por todo o cuidado e atenção que foi dado para meus filhos e minha família'', finaliza.

    Veja Também

      Mostrar mais