Para muitas crianças, a chupeta é um acessório que tranquiliza e contribui na hora do sono. Apesar de ajudar em alguns aspectos, as consequências do hábito não são nem um pouco positivas. Segundo a fonoaudióloga Ana Lúcia Duran, ele pode prejudicar o desenvolvimento das estruturas da face e da fala.

bebê com chupeta
shutterstock
Tirar a chupeta antes dos três anos é fundamental para que o hábito não atrapalhe o desenvolvimento da criança

Leia também: Chupeta x dedo: o que os especialistas dizem

A especialista explica que o ideal é suspender o uso da chupeta e da mamadeira a partir do um ano e meio até os três anos , quando o acessório passa a ser muito prejudicial.

Nem sempre é fácil fazer isso, já que a tarefa exige paciência e cuidado, afinal, a criança está apegada ao acessório. Para ajudar os pais na missão de fazer a criança deixar a chupeta , a fonoaudióloga ensina cinco dias simples, mas muito importantes. Confira:

Como ajudar meu filho a deixar a chupeta? 

1. Diminua o tempo de uso aos poucos

Ana Lúcia fala que o melhor a fazer é diminuir o tempo de uso da chupeta aos poucos. Assim, o processo será menos traumático para as crianças . “Uma vez que eles se acostumaram com os bicos para se acalmarem quando eram bebês, é importante que se sintam protegidos e não sintam esse momento como algo ruim e que desencadeie insegurança e sentimento de abandono”, comenta. 

2. Tire a chupeta quando pegarem no sono

Assim que a criança adormecer, os pais devem retirar a chupeta da boca. A especialista explica que isso ajuda os pequenos não se sentirem tão dependentes do acessório.

3. Ensine a tirar a chupeta para falar

Ensine ao seu filho que para ele falar é preciso tirar a chupeta e deixar a boca livre. “No momento em que ainda estão desenvolvendo a fala, eles sentem necessidade de serem entendidos, então vale explicar que os adultos só compreendem as frases quando são ditas livres dos bicos de chupetas e mamadeiras na boca”, ensina a fonoaudióloga.

4. Troque o foco

Construa um ambiente em que os pequenos tenham outras distrações e estímulos, como brincar de um jogo novo e desafiador. Isso os ajuda a aprender sobre novas formas de lidar com as situações sem precisar recorrer aos bicos quando se deparam com uma frustração.

Leia também: Ajude seu filho a parar de chupar o dedo

5. Aposte no paladar

Use o paladar como um aliado para a criança deixar a chupeta . Ana Lúcia comenta que como ainda estão construindo o paladar, vale usar a tática do ‘gosto ruim’. Para isso, a especialista sugere lambuzar o bico da chupeta com algo que a criança não goste de comer.

    Veja Também

      Mostrar mais