Tamanho do texto

Em uma série de fotos chamada "Confissões de uma Mãe Ansiosa", Desiree compartilha pensamentos que ela tem sendo mãe de trigêmeos

Desiree Fortin é mãe de três crianças e está lutando contra a ansiedade de cuidar dos filhos . A norte-americana da Califórnia compartilha em seu perfil no Instagram com mais de 62 mil seguidores, denominado “The Perfect Mom” (“A Mãe Perfeita”, em tradução livre),  pensamentos que passam pela cabeça ao longo do dia, em desabafo de mãe.

Em um desabafo de mãe, Desiree compartilha
Reprodução/Instagram
Em um desabafo de mãe, Desiree compartilha "confissões" e pensamentos que tem ao longo do dia cuidando dos filhos


Com uma série de fotografias chamada “Confissões de uma Mãe Ansiosa”, Desiree abriu o debate sobre como a maternidade pode ser neurótica, com o objetivo de mostrar para outras mães que elas não estão sozinhas. Em um desabafo de mãe , ela contou, no programa “Good Morning America”, da emissora “ABC”, a história por trás da criação do perfil na rede social.


Em sua conta, ela revela, por exemplo, o medo de que um estranho possa levar suas crianças embora e a dificuldade que enfrenta em disciplinar os filhos. “Sou bastante a favor do compartilhamento de sentimentos e da exposição da vulnerabilidade das pessoas. Queria ter desenvolvido essa mentalidade quando estava lidando com a depressão pós-parto ”, afirma.

Leia também: Livro busca amenizar ansiedade de quem tenta ter filhos

A história por trás do desabafo de mãe

Desiree sentiu a necessidade de fazer um desabafo de mãe e decidiu fazer um perfil no Instagram por causa da depressão
Reprodução/Instagram
Desiree sentiu a necessidade de fazer um desabafo de mãe e decidiu fazer um perfil no Instagram por causa da depressão


De acordo com ela, a depressão começou logo após o nascimento de seus trigêmeos, que hoje têm três anos de idade. “Eu não me sentia eu mesma. Comecei a passar no médico e a tomar uma medicação. Me sentia muita sozinha e sob a pressão de um estigma. Esperei e desejei ser mãe por muito tempo”, explica. Desiree teve problemas para engravidar e acabou optando pelo método de fertilização in vitro.

Quando os trigêmeos completaram um ano de idade, ela sentiu que estava bem o suficiente para parar de tomar a medicação. Com os filhos completando dois anos de idade, ela voltou a tomar os medicamentos e passou a se sentir melhor ainda. Foi então que sua filha quase se tornou vítima de um afogamento.


“Havia quatro adultos na piscina quando tudo aconteceu”, conta Desiree. O ocorrido fez com que a mãe percebesse que acidentes podem acontecer e acabou colaborando para que Desiree precisasse lidar com uma ansiedade aguda desde então. “Nós [os pais] passamos por desafios com os quais não sabemos o que fazer”, diz.

Leia também: Especial Mês das Mães: como estas mulheres lidam com erros na maternidade

Concluindo seu desabafo de mãe , Desiree deixa uma mensagem de esperança: “Eu espero que as pessoas que vejam o meu perfil sintam-se encorajadas e saibam que não estão sozinhas”. De acordo com ela, a recepção dos usuários na rede social tem sido positiva, e outros pais e mães têm se identificado com as postagens.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.