Tamanho do texto

Roman, de apenas dois anos, virou exemplo ao mostrar força para superar paralisia, causada por anormalidade congênita, descoberta na gravidez

Whitney Dinkel, de 29 anos, fez a alegria da internet ao publicar um vídeo de seu filho, que sofre por ter a espinha bífida, andando com a ajuda de muletas. Nas imagens, o garotinho de dois anos aparece sorrindo, falando para a cachorrinha, Maggie, que está feliz por andar.

A força de vontade do garoto, que sofre com a espinha bífida, deixou muitas pessoas emocionadas e surpresas na internet
Reprodução/Facebook
A força de vontade do garoto, que sofre com a espinha bífida, deixou muitas pessoas emocionadas e surpresas na internet


Roman tem uma anormalidade congênita, que ocorre quando a medula espinhal e a coluna não se desenvolvem adequadamente no útero. A espinha bífida , inclusive, impede o garotinho de realizar tarefas simples para outras crianças de sua idade, como andar e pular.

O pequeno, no entanto, demonstra vontade de superar os desafios e seus pais gostam de compartilhar na internet cada conquista e evolução no tratamento do herdeiro. "Eu tive que deixá-lo cair algumas vezes para que ele soubesse que eu não estaria lá para pegá-lo sempre, e ele teve que aprender a se controlar", conta a mãe dele, Whitney.


Em entrevista à CBS News, a mulher também contou que a doença foi diagnosticada quando ela estava grávida de 20 semanas e a parte mais difícil foi aceitar que seu filho tinha a mais grave dos “tipos de espinha”. De acordo com Whitney, existe a possibilidade de o garotinho até ficar paralisado e, por isso, é importante motivá-lo a estar sempre tentando se movimentar.

Vídeo do menino que sofre com a espinha bífida comoveu os internautas

A espinha bífida não é um problema para Roman: na internet, o menino de dois anos sempre aparece dando risada
Reprodução/Facebook
A espinha bífida não é um problema para Roman: na internet, o menino de dois anos sempre aparece dando risada


O vídeo publicado pelo pai de Roman tem apenas sete segundos. Ainda assim, as imagens encheram o coração de muitas pessoas. Com quase 400 mil visualizações, o post recebeu comentários de internautas que não seguraram o choro e até se ofereceram a ajudar a família do garotinho de alguma forma.

“Ele é tão fofo e está feliz por ter aprendido algo que a maioria de nós considera natural todos os dias. Eu chorei muito digitando isso”, escreveu uma mulher. “Esse vídeo salvou o meu dia. Até agora, eu só tinha lido notícias ruins”, comentou outra pessoa. Feliz com a repercussão, Whitney admite que tem a intenção de ajudar outras pessoas com as publicações sobre a rotina de seu filho.

“Ver que estamos influenciando a vida das pessoas de uma forma positiva, mudando suas mentalidades e visão de mundo, é emocionante”, diz ela, que recebeu mensagens de gente que pensava em cometer suicídio antes de assistir ao vídeo do menino que tem a espinha bífida .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.