Tamanho do texto

Youtuber Taylor Kellie sofreu um aborto espontâneo aos oito meses de gestação; ela conta que a boneca reborn ajuda a tornar o luto mais "leve"

Perder um filho não é uma experiência nem um pouco fácil e cada um lida com a dor da perda de um jeito diferente. A forma que a jovem youtuber canadense Taylor Kellie, que passou a sofrer de ansiedade e estresse pós-traumático depois de sofrer um aborto espontâneo aos oito meses de gestação, foi usar uma boneca de bebê recém-nascido, do tipo “reborn”, que ela ganhou.

Taylor Kellie diz que a boneca ajuda-a a lidar com dor da perda e lhe traz serenidade e felicidade
Reprodução
Taylor Kellie diz que a boneca ajuda-a a lidar com dor da perda e lhe traz serenidade e felicidade



Taylor,  que agora está grávida de seu terceiro filho e que perdeu um bebê no final do ano passado, recebeu a boneca recentemente de Aliyah, uma outra youtuber colecionadora de bonecas recém-nascidas “Reborn”, que viu o vídeo da canadense falando sobre o filho e pensou que o brinquedo poderia ajudá-la a lidar com a dor da perda .

A youtuber, por sua vez, postou um vídeo de si mesma abrindo a caixa de presente com a boneca e seus acessórios, e se emocionando. A colecionadora escolheu um bebê que parecia com o filho da jovem, de acordo com fotos que ela havia postado. A boneca recebeu o nome de Jaxx, mesmo nome do filho de Taylor.

Recebendo a boneca e lidando com a dor da perda


No vídeo, Taylor fala como, no início, logo após a perda, ela costumava carregar um urso de pelúcia enrolado num cobertor pela casa e sobre como ela só queria sentir o peso de um bebê. Agora, com a boneca reborn , ela conta que o luto ficou mais leve. Ela deixa o brinquedo no quarto de Jaxx, que ainda não desmontou, e “visita” a boneca algumas vezes por dia, segurando-a no colo e abraçando-a.

“Eu fiz este vídeo para demonstrar apoio a outros pais que perderam uma criança , seja por um aborto espontâneo, natimorto ou Síndrome da Morte Súbita do Lactente”, argumenta Taylor que pondera que as bonecas são bastante terapêuticas no sentido de auxiliar com o luto.

“A boneca não é uma subsituta para meu filho, de forma alguma. Ainda é só uma boneca. Mas vê-la me traz tranquilidade e felicidade. O peso que ela tem é o maior benefício terapêutico para mim”, conclui a youtuber, explicando sobre como o brinquedo está ajudando-a a lidar com a dor da perda do pequeno Jaxx.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.