Tamanho do texto

Em mesa inédita, os autores conversarão sobre a importância do pensamento para crianças durante a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

A infância é o principal período de desenvolvimento, de construção intelectual e de costumes. Assim, a boa educação nessa fase da vida se torna primordial. Entre os bons costumes que podem ser implementados pelos pais na vida dos filhos está a leitura que, se feita de forma leve e prazerosa, pode abrir horizontes e introduzir diferentes assuntos. Mauricio de Sousa e Mario Sergio Cortella estarão na 25ª Bienal do Livro de São Paulo com este intuito.

Leia também: Equilíbrio de decisões dos pais é essencial para o desenvolvimento da criança

Os autores participarão de um debate no dia 11 de agosto, às 11h, durante a Bienal do Livro , sobre a importância do pensamento para crianças, com o pensamento apontado como o ponto de partida para as atitudes e, especialmente, como início do entendimento de mundo. Mauricio de Sousa e Cortella já fizeram duas parcerias, a última é intitulada “Vamos pensar + um pouco?” que, por meio da literatura em quadrinhos, introduz a criança no mundo da filosofia.

Mauricio de Sousa e Cortella participam de debate sobre a importância do pensamento na infância durante a 25ª Bienal do Livro de São Paulo
Divulgação
Mauricio de Sousa e Cortella participam de debate sobre a importância do pensamento na infância durante a 25ª Bienal do Livro de São Paulo

“Pensar é fundamental. Basta reparar que tudo o que existe no mundo, afora os efeitos da Natureza, existiu antes na cabeça de alguém. O pensamento é o ponto de partida para tudo o que fazemos. Nos ajuda a entender o mundo. Nos ajuda a criar. Nos ajuda a lidar com o outro. Aliás, pensar com outras pessoas é uma atividade muito boa. Pensamos melhor quando trocamos ideias com alguém, quando estamos em turma”, dizem os autores na apresentação da obra.

O debate promete ser entusiasmado e bastante didático, mesmas características do filósofo e do pai da Turma da Mônica. Cortella é doutor em filosofia e foi professor da PUC-SP por 35 anos, além de ter sido secretário municipal de Educação de São Paulo e possuir mais de 35 livros publicados. Mauricio de Sousa, pai da Mônica e de muitos outros personagens, é um dos nomes mais reconhecidos no mundo dos quadrinhos.   

Leia também: Escola bilíngue: vale a pena ensinar outro idioma para crianças?

A 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

A 25ª edição da Bienal marca o aniversário de 50 anos do evento. Realizada de 3 a 12 de agosto pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Serão 10 dias nos quais os visitantes poderão viver diversas experiências culturais, ter contato direto com autores, participar de bate-papos e conferir palestras exclusivas.

Leia também: Como educar os filhos a partir da ideia do "slow parenting"?

 Com a assinatura “Venha fazer esse download de conhecimento”, a campanha de 2018 enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e busca de novos conceitos.

Os ingressos para a Bienal do Livro já estão à venda pelo site oficial do evento . Outras informações podem ser encontradas também nas redes sociais InstagramFacebook e Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.