Tamanho do texto

A blogueira Deborah Sweet conta que o filho de três anos ficou triste, de uma hora para outra, e acabou fazendo uma revelação para ela; entenda a história

A blogueira Deborah Sweet viralizou ao publicar um texto sobre seu filho adotivo, de três anos, na internet. No post, a moça conta que o garotinho estava muito feliz em uma festa da família, enquanto todos dançavam e faziam piadas. De repente, porém, ela percebeu que o menino se afastou dos familiares e ficou com uma carinha triste.

Leia também: Mãe percebe que o filho cresceu, faz relato emocionante e viraliza na internet

Blogueira narrou o sofrimento do filho adotivo, em uma festa da família, e recebeu apoio de seguidores na internet
Reprodução/Facebook
Blogueira narrou o sofrimento do filho adotivo, em uma festa da família, e recebeu apoio de seguidores na internet


Deborah conta que respeitou o momento do filho adotivo , mas preferiu se aproximar quando viu que ele não queria voltar de forma alguma para a brincadeira. “Sua boca estava se movendo, mas eu não conseguia entender suas palavras”, afirma a mãe, que foi surpreendida, logo em seguida, com uma confissão do filho.

“Eu sinto falta do meu outro papai”, explicou o menino, deixando Deborah sem saber o que fazer. A moça explica ainda que o garotinho mora com ela há seis meses e nunca havia se comportado dessa forma. A sinceridade do pequeno, naquele momento, foi importante para a blogueira, mas ao mesmo tempo despertou um sentimento de tristeza muito grande nela.

Leia também: Mãe reproduz marca de nascença do filho e vira exemplo na internet

“Esse foi o tempo que meu filho demorou para encontrar a coragem de me dizer o que, sem dúvida, havia sido difícil para ele todos esses dias na minha casa. Como explicamos essa perda para ele? Como ensinamos a ele que, às vezes, um adeus significa por enquanto, mas outras vezes significam para sempre?”, lamentou. 

Mãe percebeu que só tinha amor para oferecer ao filho adotivo

Segundo Deborah, todos os pais estão acostumados a se transformarem em verdadeiros heróis para fazerem os filhos felizes, mas ela se sentia de mãos atadas naquele momento e sabia que nada que fizesse poderia curar a dor do seu bebê. Sem saber como agir, ela diz que decidiu oferecer o seu amor e, por alguns minutos, esqueceu que o mundo existia.

Leia também: Mulher escreve carta aberta  sobre a experiência de ser mãe de menino

“Nos sentamos bem ali, no chão da cozinha, e sentimos a nossa dor juntos. Deixamos a tristeza vencer, o jantar atrasar, e criamos uma nova conexão”, revela a mãe, que recebeu apoio nas redes sociais. Muitas mulheres parabenizaram Deborah pela atitude com o filho adotivo e outras lamentaram o fato de muitas crianças sofrerem com o abandono dos pais biológicos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.