Até onde vai a amizade? No caso de Jessica Brocki e Rebecca Arena, vai mundo longe. As duas eram melhores amigas desde a época da escola e, quando Rebecca descobriu que não poderia ter filhos por ter fibrose cística, Jessica se ofereceu como barriga de aluguel.

Leia também: Mulher que foi barriga de aluguel cinco vezes diz ser viciada em ficar grávida

undefined
Reprodução
Jessica Brockie se ofereceu como barriga de aluguel para Gareth e Rebecca, que morreu antes de conhecer o filho, Rixon


“Eu posso ter bebês, eu sou boa nisso”, disse Jessica, que já é mãe de duas crianças pequenas, disse na época à melhor amiga. Para atuar como barriga de aluguel , ela, que mora na África do Sul, viajou até a Austrália, onde vivia Rebecca e seu marido, Gareth, para realizar a inseminação artificial com o óvulo fecundado de Rebecca e Gareth.

Tudo parecia estar indo bem. A fibrose cística de Rebecca, uma doença crônica genética que prejudica os pulmões e diminui a expectativa de vida do portador, estava sob controle e ela estava acompanhando todo o processo da gravidez. Jessica atualizava o casal com todas as novidades.

Leia também: Homem contrata mulher para realizar sonho de esposa com câncer em ser mãe

O plano era que Jessica retornasse à Austrália para o ultrassom de 20 semanas da gestação, em que iriam descobrir o sexo do bebê - Rebecca queria um menino. Entretanto, algumas semanas antes, ela pegou uma infecção forte no pulmão e foi hospitalizada. “Ela sempre tinha esse tipo de infecção, mas desta vez, era diferente, o tratamento não estava funcionando”, disse Jessica à revista australiana “That’s Life”.

Gareth pediu, então, que a amiga voltasse antes do previsto, mas não deu tempo. Um dia antes do embarque de Jessica, ele a telefonou para contar que Rebecca tinha morrido. Jessica acabou viajando mesmo assim para comparecer ao funeral da melhor amiga.

Após a partida da amiga, Jessica fala sobre servir como sua barriga de aluguel

undefined
Reprodução
Rebecca e Gareth. Ela morreu em consequência da fibrose cística, que provocou uma infecção em seu pulmão


“Foi de partir o coração. Acariciando a minha barriga, eu sentia dor pelo pequeno, que nunca conheceria sua incrível mãe”, conta. Jessica levou o resto da gravidez em sua casa, mas voltou para dar à luz na Austrália.

Gareth batizou o bebê, um menino, de Rixon, como a esposa gostaria. “Me sinto honrada de poder dar à família de Bec [apelido de Rebecca] um presente tão maravilhoso depois de ela ter partido”.

Leia também: Mulher descobre que melhor amiga de infância é, na verdade, sua irmã

Ele, que agora é pai solteiro do pequeno Rixon, que tem pouco mais de cinco meses, afirma que seu filho tem o mesmo rosto da esposa e o lembra dela. “Bec seria a melhor mãe do mundo. Sem Rixon, não sei como conseguiria superar a perda dela. Ele é uma benção e me sinto muito grato por Jess nos ajudar como barriga de aluguel ”, revelou à revista.

    Leia tudo sobre: gravidez

    Veja Também

      Mostrar mais