Tamanho do texto

Filhas mais velhas de escocesa acordaram com o barulho que mãe fez e ficaram em choque ao perceber que haviam ganhado uma nova irmãzinha

Charlene Fullerton é uma escocesa de 32 anos que já estava feliz e satisfeita com sua família com três meninas. Após a chegada da terceira filha, ela e o marido decidiram “fechar a fábrica”, mas foram surpreendidos da forma mais inesperada possível com a chegada de uma quarta criança – com direito a parto surpresa no banheiro de casa.

Leia também: Entenda como acontece, os sintomas e características da gravidez

Parto surpresa no banheiro de casa acordou as irmãs mais velhas do novo bebê, que ficaram em choque ao ver a criança
Shutterstock
Parto surpresa no banheiro de casa acordou as irmãs mais velhas do novo bebê, que ficaram em choque ao ver a criança

Em um determinado final de semana há seis meses, Charlene, como explica a mãe em entrevista publica no portal britânico “Daily Mail”, acordou com uma dor forte e contínua na região do abdômen. Ela teve de acordar o marido, que falou que ela poderia estar com apendicite. A dor ficou tão forte, além de um sangramento ter começado a ocorrer, que Steven Fraser, de 34 anos, decidiu chamar uma ambulância. Foi quando os médicos anunciaram que a mulher poderia estar em trabalho de parto .

“Eu não fazia ideia de que estava grávida. As pessoas perguntavam, porque eu estava com uma barriguinha, mas eu ainda menstruava regularmente”, explica Charlene. “Só quando empurrei a cabeça é que finalmente entendi que estava tendo uma bebê. Foi o maior choque da minha vida!”

Parto surpresa

Hoje, Charlene sabe que o que estava sentindo naquele final de semana eram as contrações, mas ela explica que elas foram completamente diferentes das contrações das filhas anteriores.

Com a ajuda de um especialista no telefone, os pais confirmaram que estavam prestes a receber uma criança quando Charlene passou a sentir a necessidade de empurrar. Em poucos minutos, o marido conseguiu ajudar a esposa a dar à luz.

Leia também: Insegurança, pensamentos ruins, ansiedade: dramas das mães de primeira viagem

Em um primeiro momento, os dois ficaram em pânico porque a menina que havia acabado de nascer não estava respirando, mas alguns segundos depois ela começou a chorar. No mesmo instante, as duas filhas mais velhas, Katlin, de 11 anos, e Sophie, de oito, entraram no banheiro.

“O barulho as acordou. Sophie apenas disse: ‘mamãe, você teve um bebê?’. Elas estavam em choque – mas nós também estávamos”, conta a escocesa.

Após enrolar a bebê em uma toalha, já que o casal já não tinha mais nenhuma roupa que coubesse na criança, a família foi para um hospital. Foi no Forth Valley Royal Hospital que mãe e pai puderam confirmar que todo mundo passava bem.

Testes negativos

Além de Katlin e Sophie, Charlene e Steven também já eram pais da pequena Emily, de um ano e nove meses. Agora, Janey completa a família. A chegada da quarta menina foi um grande susto não só porque a mãe não sabia que estava grávida, mas porque havia feito dois testes de gravidez que deram negativo, além da menstruação não ter parado.

Leia também: Aos 50 anos, mulher é barriga de aluguel e carrega bebê da nora e do filho

Ela admite que tomou algumas taças de vinho e fumou alguns cigarros antes do parto surpresa, mas, felizmente, a filha não sofreu nenhum problema com isso. Até mesmo um médico chegou a afirmar que seria muito improvável Charlene estar grávida, mesmo ela estando desconfiada, o que mostra que é sempre importante confiar nos nossos instintos e, claro, ter uma segunda opinião.

    Leia tudo sobre: Gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.