Tamanho do texto

Mesmo que as telas sejam uma saída milagrosa para alguns momentos do dia a dia, deixar os pequenos o tempo todo com eletrônicos não faz nada bem

Liberdade para observar, liberdade para tirar as próprias conclusões e liberdade para aprender. É isso que prega a educação Montessori, método criado pela educadora italiana Maria Montessori. E em uma época em que os celulares, tablets e outros eletrônicos tiram completamente a atenção dos pequenos, é normal que os pais procurem alternativas para as telas, e as brincadeiras mais estimulantes voltaram a chamar atenção.

Leia também: Carrinhos personalizados conquistam adultos e crianças

Educação Montessori tem o objetivo de proporcionar um ambiente estimulante e desafiador para as crianças
Pixabay
Educação Montessori tem o objetivo de proporcionar um ambiente estimulante e desafiador para as crianças

De acordo com a ABEM (Associação Brasileira de Educação Montessoriana) , a linha Montessori segue alguns pilares, entre eles, a autoeducação. De acordo com esse pilar, as crianças possuem curiosidade e interesse pelo mundo em que estão inseridas e, por isso, observa, explora e investiga tudo o que está em volta. É a partir dessa vontade de descobrir que ela constrói habilidades e competências, mas precisa de liberdade para isso.

Leia também: Quarto montessoriano - saiba o que é e como decorar para os pequenos

Para a ABEM, é importante que a criança desenvolva as capacidades e saiba reconhecer suas habilidades porque, com a constante transformação do mundo e a chegada de novas tecnologias, é preciso preparar as novas gerações para um futuro imprevisível e também para profissões que ainda não existem. E enquanto muitos aparelhos eletrônicos já entregam tudo "pronto" para as crianças, aqueles brinquedos de madeira, por exemplo, fazem com que a imaginação delas vá muito longe.

“O Método Montessori proporciona um ambiente estimulante e desafiador, que inspira crianças e jovens a pensar e agir por conta própria, conectados com a realidade, capazes de compreender fenômenos naturais e sociais, conscientes de sua atuação na sociedade e do seu lugar no Universo”, afirma a ABEM.

Os materiais usados para o desenvolvimento da criança na educação Montessori são ricos em cores, formas, tamanhos e texturas, para estimular a ação e experimentação e desenvolver  habilidades linguísticas, lógico-matemáticas, físicas, motoras, sensoriais, intelectuais, sociais e emocionais. Se você quiser aproveitar o Dia das Crianças, que está se aproximando, para introduzir o método na sua casa, separamos algumas ideias simples do Pinterest que os próprios pais podem fazer. Confira:

Bagunça sem meleca

Esta é uma brincadeira ótima para quem tem bebês aprendendo a engatinhar em casa. E o melhor: não faz sujeira mesmo usando muita tinta. Basta escolher uma base para o brinquedo, que pode ser de papelão, por exemplo, acrescentar pontos de tinta de diferentes cores e, depois, colocar um plástico transparente por cima. Para vedar as saídas e grudar a base com o plástico, você pode usar uma fita adesiva larga. Pronto! Agora, é só levar o bebê até o brinquedo, colocálo sobre o plástico e deixá-lo descobrir o que a tinta pode fazer.

Leia também: Entenda a linha pedagógica da escola do seu filho

Pista de corrida

Basta algumas fitas adesivas para os pais bolarem - às vezes até com a ajuda dos pequenos - uma pista de corrida super divertida que pode ser uma opção de brincadeira para os dias mais frios e chuvosos, quando as crianças precisam ficar dentro de casa. A ideia é seguir as linhas, mas também dá para usá-las como pista para carrinhos ou um caminho por onde a criança deve levar uma bola com os pés. Deixe a imaginação ir longe.

Outra opção é pegar um rolo de papel pardo e deixar a criança fazer a própria pista, por onde vocês podem fazer uma competição posteriormente. O rolo de papel pardo também pode ser útil para os pais que sofrem com desenhos na parede. Já que a criança gosta de exibir sua criatividade, por que não criar um cantinho em que ela, de fato, possa fazer isso? Para colocar o rolo na parede, como na foto abaixo, é necessário um suporte para bobina de papel.


Bloquinhos sensoriais

Os brinquedos da linha Montessori têm o objetivo de estimular os sentidos das crianças, sendo assim, usam muito as cores e as diferentes texturas. Os bloquinhos da foto acima, por exemplo, podem ser feitos em casa mesmo, com produtos facilmente encontrados em lojas de artesanato ou tecidos que estão sem uso em casa.

Aprendendo as cores

Assim como aqueles brinquedos em que as crianças devem separar as peças pelas cores e formatos, essa roleta super simples de fazer estimula as crianças a diferenciar os tons. Para fazer, basta papel cartão, tesoura, tintas coloridas, pregador e canetas preta e prata para escrever o nome das cores.

Aprendendo formas

Da mesma forma que a roleta colorida, neste brinquedinho feito com papelão as crianças aprendem a reconhecer as formas geométricas. Neste caso, é preciso de uma base de papelão ou, para quem preferir, um papel cartão ou algo mais durinho, fita dupla face, uma caneta para o desenhos das formas e um papel ou EVA colorido para as formas em si.

Leia também: 10 brinquedos para fazer com os filhos e aproveitar o Dia das Crianças

O mais legal desses brinquedos que seguem a linha Montessori é que, às vezes, é até possível de fazê-los em casa e até contar com a ajuda dos pequenos. O momento da produção pode ser usado para aproximar os pais e os filhos e é mais uma brincadeira para as crianças. Os celulares, tablets e outros eletrônicos de que eles tanto gostam podem ficar cada vez mais de lado e serem usados apenas nos momentos mais corridos, em que os pais, por motivos de trabalho ou algum problema, não conseguem mesmo parar para ficar com os pequenos – e claro que isso não significa que você é uma má mãe, às vezes só não dá mesmo para fazer tudo.