Tamanho do texto

O deslocamento é comum em grávidas com mais de 35 anos e pode fazer com que o bebê nasça prematuro; veja quais são os riscos e cuidados necessários

Na última segunda-feira (22), a apresentadora Eliana , 41 anos, anunciou que se afastará do trabalho para repousar por conta de um deslocamento de placenta. Grávida de 21 semanas, Eliana está esperando a segunda filha. “Estou em repouso por ordens médicas. Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro”, escreveu em sua conta no Instagram .

Leia também: Entenda como acontece, os sintomas e características da gravidez

A apresentadora Eliana está afastada do trabalho por tempo indeterminado por conta de deslocamento de placenta
Reprodução/Instagram @eliana
A apresentadora Eliana está afastada do trabalho por tempo indeterminado por conta de deslocamento de placenta

De acordo com a ginecologista e obstetra Maria Elisa Noriler, o deslocamento de placenta acontece quando, com o crescimento do útero, a placenta fica inserida próxima à região do colo uterino. “É uma situação de extrema urgência na obstetrícia, pois pode levar o bebê a óbito”, diz. No entanto, a especialista ressalta que nem sempre a placenta baixa é um indicativo de deslocamento. 

Maria Elisa explica que as principais causas da inserção baixa de placenta são as cicatrizes de cesariana anteriores, gestação de gêmeos, multiparidade (múltiplo número de gravidez) e idade materna maior que 35 anos, como é o caso da apresentadora.

Leia também: Problemas na placenta exigem atenção na gravidez

Riscos

O deslocamento da placenta traz riscos à gestante e ao bebê. O principal é o sangramento, que pode desencadear uma hemorragia. "Em casos de sangramento, o obstetra avaliará a gravidade do caso e, muitas vezes, a paciente poderá ficar internada, em repouso absoluto", explica a ginecologista.

Também há a chance de um parto muito prematuro, como falou a apresentadora na rede social. Por isso, é necessário preparar a maturação pulmonar do bebê (desenvolvimento do pulmão) para tentar levar a gestação até a 36 semana ou mais, se possível. 

Além disso, em situações de placenta prévia –  quando a placenta rebaixada cobre o o orifício que liga o útero à vagina – o obestetra precisa estar atento e acompanhar com cuidado o caso. "Em alguns casos, ela pode invadir a cicatriz da cesariana anterior e grudar no útero (também chamado de acretismo placentário) havendo a necessidade de se retirar o útero após o parto", diz Maria Elisa.

Fazemos tudo por nossos filhos e já estou cuidando da minha pequena ainda dentro da barriga com muita dedicação. Por conta de um desses acontecimentos que não podemos controlar, apenas aceitar, estou em repouso por ordens médicas. Farei de tudo para que ela cresça e se desenvolva da melhor maneira possível aqui dentro. Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir. Enquanto escrevo aqui na cama, sem poder levantar para nada, nada mesmo, lágrimas de dúvidas e medo escorrem pelo meu rosto. Mas tenho fé que em breve trarei boas notícias. Lidar com essa angústia é um exercício diário de paciência, consciência e amor. Arthur me ajuda muito nesse desafio. Ele está sempre comigo qdo volta da escola. Este é o melhor momento do meu dia, pois seu astral e alegria enchem meu coração de esperança. Juntos, nós desenhamos, conversamos e brincamos na medida do que eu posso. Ele está até se divertindo ao escalar a minha cama, que é alta, quando vem fazer desenhos ao meu lado para relatar o seu dia. Seu carinho comigo e com a irmã emociona quem vê. Já passa a mãozinha na barriga e conversa com ela dando o seu "Oi irmãzinha". Não conheço criança mais doce que ele... Adriano e minha mãe também me ajudam bastante. Sempre me doei em tudo o que fiz. Mas nunca fiz nada sozinha, pois estive cercada de pessoas igualmente envolvidas e dedicadas. Desta vez, agradeço a paciência de todos que me acompanham, incluindo meus queridos da produção, diretores do SBT e a família Abravanel, em especial ao Silvio Santos, pois pela primeira vez, em tantos anos, me retiro dos palcos temporariamente por um bem maior e com o apoio amoroso e sincero de todos. Tenho certeza que Patricia fará tudo com muito respeito, carinho e será um sucesso! Eu estarei assistindo realizada. É hora de me tranquilizar. Vou terminando por aqui. Acho que já escrevi demais. Agradeço, confio e entrego em suas mãos Senhor. Em nome da minha família desejo que a sua seja abençoada. Já estou com saudades. Até breve❤️

A post shared by Eliana Michaelichen (@eliana) on

Leia também: Sete dicas para uma gravidez saudavel

Cuidados

O principal cuidado em casos de deslocamento de placenta é o repouso, que inclui afastamento do trabalho e das atividades domésticas. Maria Elisa também recomenda não ter relações sexuais durante a gestação e controlar rigorosamente ocorrências de sangramento. 

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.