Tamanho do texto

Os americanos Jessaka e Josh tinham apenas um filho biológico e resolveram aumentar a família adotando irmãos que necessitavam de pais e de um lar

O amor pode, sim, florescer de várias formas, e uma prova disso é a história da família Clarks.  Jessaka e Josh sempre tiveram o desejo de adotar um filho, mas não imaginavam que se deparariam com sete irmãos que buscavam pais que cuidassem deles.  

Leia também: O amor e suas diversas formas

Casal consegue adotar sete irmãos e faz ensaio fotográfico para comemorar
Reprodução/Metro.co.uk
Casal consegue adotar sete irmãos e faz ensaio fotográfico para comemorar


Após a adotar as sete crianças, os Clarks se tornaram uma família de 10 pessoas. O casal tinha apenas um filho biológico, Noé, e agora eles também são pais de Maria, Elizabet, Guillermo, Jason, Kristina, Katerin e James.

Segundo informações do portal britânico “Metro”, para marcar o dia que as crianças ganharam um novo lar, o casal decidiu fazer um ensaio fotográfico extremamente fofo. “Meu marido Josh e eu sabíamos que queríamos a adoção. Tínhamos decidido isso antes mesmo de nos conhecermos”, conta Jessaka.

Amor pela adoção

O casal sempre esteve envolvido em trabalhos voluntários com crianças órfãs. A mãe da família afirma que o marido demostrava um carinho muito grande por esses pequenos e sabia que um dia ele acabaria trazendo alguns deles para a casa.

Leia também: Casal enfrenta perrengues para se casar no Monte Everest

Jesseka tem dois irmãos adotados, por isso, conhece de perto a realidade das crianças que agora são filhos dela. Em uma postagem nas redes sociais, ela escreveu o seguinte: “Nós somos verdadeiramente abençoados por poder mostrar às pessoas a beleza da adoção e lançar luz sobre a necessidade de ter mais pais adotivos”.  

Nova realidade

Todo esse processo é algo burocrático e demorado - foram quatro anos dando assistência aos pequenos até conseguirem que a adoção se tornasse oficial. O casal esperou até ser possível adotar todos os irmãos juntos.

O problema é que a casa em que moram atualmente não é grande o suficiente para acomodar os novos sete filhos. Jessaka e Josh vivem na Geórgia, nos Estados Unidos, em uma residência com apenas três quartos.

Leia também: Idosos apaixonados que ficavam de mãos dadas no hospital morrem no mesmo dia

Quando conseguiram adotar literalmente os sete irmãos , os pais foram avisados que precisariam arrumar um espaço maior para acomodar as crianças. Para resolver esse problema, eles decidiram fazer uma campanha de doação pela internet e em pouco tempo já tinham conseguido arrecadar mais de US$ 20 mil (aproximadamente R$ 62,5 mil). É muito amor envolvido nessa família. 

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.