Tamanho do texto

A técnica que passou a ser oferecida gratuitamente acalma, melhora a digestão, circulação e respiração de recém-nascidos; veja outros benefícios

Na última semana, o Ministério da Saúde anunciou e publicou uma nova portaria no Diário Oficial que inclui mais de dez terapias alternativas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs). Essas novas formas de tratamento serão oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e incluem terapis como a shantala, extremamente benéfica aos bebês. 

Leia também: Spa para bebês faz sucesso no exterior; entenda como funciona

A shantala é uma técnica de massagem que faz movimentos suaves em todo o corpo do bebê
shutterstock
A shantala é uma técnica de massagem que faz movimentos suaves em todo o corpo do bebê

Isso significa que a partir de agora os recém-nascidos poderão receber gratuitamente a técnica de massagem que traz inúmeras consequências positivas para o desenvolvimento. Geralmente, a  shantala  é feita com o bebê deitado, com as costas retas e as perninhas apoiadas em que vai aplicar a técnica. Os movimentos são suaves e massageiam todo o corpo da criança.  

Leia também: Natação para bebês? Sim! Saiba os principais benefícios e cuidados

Benefícios da massagem

A massagem milenar elimina as gases, cólicas e acaba com a prisão de ventre do bebê. Também tranquiliza o sono da criança, melhora a respiração, a digestão e a circulação sanguínea. Ainda traz melhoras para o sistema imunológico do recém-nascido e pode diminuir futuros problemas de saúde da criança. 

Os benefícios são grandes, mas alguns cuidados são necessários na hora de praticar a massagem. Como ela ativa a circulação, não pode ser feita quando a criança estiver com dor de barriga ou febre. Além disso, recomenda-se fazer apenas após o primeiro mês de vida do bebê.  Quer tentar fazer em seu filho?  Aprenda o passo a passo da técnica aqui. 

Histórico

A shantala é uma técnica de massagem milenar que surgiu na Índia e foi difundida pelo mundo na década de 1970. O responsável pela propagação da técnica foi o obstetra francês Frederick Leboyer, que em uma viagem ao país asiático conheceu uma mulher que fazia a massagem no filho todos os dias e observou os benefícios para a criança. 

Outras terapias

Além da shantala, o SUS também vai oferecer gratuitamente outras terapias que poderão trazer benefícios para toda a família. Entre elas estão: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, terapia comunitária integrativa ioga, musicoterapia, naturopatia.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.