Tamanho do texto

"Eu acho que todo mundo deve considerar as habilidades que têm e usá-las para o bem", diz o engenheiro que distribui mãos e braços gratuitamente

Mat Bowtell é pai, engenheiro e utiliza o tempo livre para fazer uma boa ação. O australiano aproveita as habilidades com engenharia e cria mãos e braços em uma impressora 3D para crianças que não tem os membros. O diferencial é que enquanto algumas próteses chegam a custar mais de R$ 90 mil, Bowtell oferece suas criações gratuitamente para as famílias. 

Leia também: Impressora constrói casa em apenas um dia; veja detalhes do projeto

Com impressora 3D, pai cria mãos e braços e presenteia crianças que nasceram sem os membros
Reprodução/Daily Mail
Com impressora 3D, pai cria mãos e braços e presenteia crianças que nasceram sem os membros

"É um gesto de amor e não de trabalho", diz o engenheiro ao site "Daily Mail Austrália" sobre as criações que faz com a impressora 3D . "Hoje em dia, nós somos conduzidos pelo dinheiro e não temos nenhuma satisfação real. Ser capaz de ajudar alguém de graça é uma felicidade enorme", completa.

Ele conta que a ideia surgiu quando estudou engenharia na Universidade de Monash e recebeu uma bolsa para ir ao Japão. Lá, ele conheceu a tecnologia e decidiu aplicá-la de forma mais barata. Então, Bowtell comprou uma impressora própria e começou a desenvolver membros de baixo custo.

"Eu acho que todo mundo deve considerar as habilidades que têm e usá-las para o bem", comenta. 

Leia também: Tudo colorido! Menino de 10 anos se emociona ao ver as cores pela primeira vez

Financiamento

Amigos e colegas de trabalho do engenheiro queriam que o projeto tivesse sucesso e o convenceram de criar uma campanha para levantar custos para que ele pudesse enviar as impressões para crianças de outros países.

Para financiar o projeto, Bowtell arrecadou dinheiro de pessoas que se sensibilizaram com a causa
Reprodução/Daily Mail
Para financiar o projeto, Bowtell arrecadou dinheiro de pessoas que se sensibilizaram com a causa

Bowtell esperava arrecadar cerca de R$ 21 mil para realizar os próximos projetos, mas as pessoas ficaram tão comovidas com o trabalho que mesmo quando ele atingiu esse objetivo, continuaram doando. Até o momento, o engenheiro conseguiu arrecadar cerca de R$ 100 mil. 

Entregas

O homem costumava enviar os membros via correio, mas recentemente ele começou a fazer viagens para entregar as peças para algumas crianças. "Foi realmente emocionante encontrá-las. Ver as crianças com tanta confiança e capazes de jogar uma bola ou pegar um copo é reconfortante", diz. 

As crianças começaram a participar do processo de desenvolvimento do design
Reprodução/Daily Mail
As crianças começaram a participar do processo de desenvolvimento do design

Com esse contato com as crianças, elas começaram a participar do processo de design. "Eles começam a escolher a cor das mãos para que o membro se adapte à sua personalidade", comenta.

Leia também: Menina com deficiência impressiona ao comer com os pés; assista o vídeo

Impressão

A tecnologia utilizada varia de uma impressora 3D para outra. No geral, os desenhos podem ser impressos utilizando substâncias como pó, filamentos de plástico e polímero líquido. O ponto em comum entre as tecnologias é que todas são aditivas, ou seja, elas constroem um objeto camada por camada e exigem um arquivo 3D do projeto que você deseja imprimir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.