Tamanho do texto

Cor cinza, papel de parede geométrico e cama em forma de casinha são as grandes apostas. Veja como investir na hora de planejar o quarto da criança

Nesta semana, a 3ª Edição da Feira Mamis apresentou novidades para mães, gestantes e crianças. Um dos destaques do evento foram as tendências para a decoração, móveis e acessórios para quarto do bebê. 

Leia também: 90 ideias para decorar quartos de bebês e crianças

Cor cinza e papéis de parede com estampa geométrica são tendências para o quarto do bebê
Pinterest
Cor cinza e papéis de parede com estampa geométrica são tendências para o quarto do bebê

Está planejando o quarto do bebê e quer se inspirar nas tendências? A aquiteta Andrea Chapira Eshkenazy elencou as principais apostas para o cômodo. Confira:

Cor

A cor da parede e dos móveis merece cuidado especial na hora de planejar o quarto da criança. Afinal, é importante que o ambiente seja harmônico e confortável visualmente. Andrea destaca que a tendência é apostar em um ambiente com um estilo mais moderno, misturando texturas e cores.

“A cor cinza é quase unanimidade na escolha das mães, seja para menino, compondo com amarelo e azul, ou para as meninas, compondo com rosa”, comenta.

Pensando nas texturas, a procura pelo papel de parede é alta. Entre as estampas disponíveis, a arquiteta diz que desenhos geométricos continuam em alta pra o cômodo.

Leia também: Está esperando o bebê chegar? Veja quartos decorados para se apaixonar

Decoração

De acordo com Andrea, outro destaque da feira foram quartos sem “cara” de bebê, ou seja, sem personagens infantis e temas explícitos. Nesse caso, a ideia é montar um ambiente pensando em uma decoração que acompanhe o crescimento da criança, sem que o local fique datado.

Em relação aos outros artefatos que compõem a decoração, os objetos “handmade”, aqueles feitos à mão, estão voltando com tudo. “Eles trazem aconchego e personalidade ao quarto”, afirma. Para as mães que gostam do estilo, é possível apostas em bichinhos e tapetes de crochê, por exemplo.

Andrea ainda comenta que o estilo montessoriano passou a ser mais conhecido e solicitado pelas mães. Além da estética, a arquiteta diz que o estilo Montessori visa criar um ambiente com estímulos para que as crianças interajam mais.

Leia também: Veja quais são os maiores erros na hora de projetar quartos de bebê

Cama e berço

A proposta de cama em formato de casinha é a principal tendência e aparece em vários projetos de quarto, tanto para crianças maiores quanto para bebês, ainda seguindo a proposta Montessori.

Em relação aos modelos de berço para o quarto do bebê, Andrea comenta que o móvel aparece em diferentes cores e formatos variados. De acordo com a arquiteta, existem berços que balançam como uma cadeira; outros em formato de casinha, assim como a cama; e alguns em formato oval que ajusta o tamanho de acordo com a idade do bebê.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.