Tamanho do texto

"Antes de ficar bravo e fazer julgamentos, pense que está presenciando não um pai ruim, mas pais trabalhando duro para resolver o problema", escreveu

Recentemente, o autor norte-americano  Clint Edwards , conhecido nas redes por escrever sobre paternidade, fez um post sobre um episódio mau comportamento da filha de dois anos em um restaurante e desabafou sobre a reação que as pessoas tiveram em relação à birra da criança.

Leia também: Blogueira diz ter sido expulsa de primeira classe de avião por choro de filha

birra
Reprodução/ Facebook
birra

Na publicação, Edwards conta que a família estava em um restaurante quando a criança tentou atirar pedaços de comida pelo local e a mãe proibiu que ela fizesse isso. A partir de então, a birra começou: "ela gritou e gritou, chutou e chutou", disse o pai.

Para evitar um mal-estar no ambiente, o pai levou a menina para o carro. No caminho, ele conta que recebeu olhares incomodados que pareciam dizer: "se você não consegue controlar seu filho, não saia de casa".

Foi aí que ele decidiu escrever um texto direcionado a todos que se sentiram irritados com a situação. Ele lamenta que a filha tenha atrapalhado a noite de algumas pessoas, mas também pede compreensão em relação ao comportamento das crianças.

Leia também: Seu filho não obedece? 9 dicas para mudar isto

"Ela tem 2 anos e vamos precisar de muito tempo para ensiná-la como se comportar em público. O único jeito de fazer isso é levá-la aos lugares e mostrar o que é certo e o que é errado. Dizer não um milhão de vezes, deixá-la brava e dizer não de novo Essas lições exigem paciência, trabalho duro e experiências do mundo real, então peço desculpas àqueles que ficaram irritados no bar com a reação da minha filha, mas vocês são parte da lição. Seus pais fizeram o mesmo com vocês e é por isso que vocês sabem reconhecer quando uma criança faz algo irritante em um restaurante", escreveu. 

"Eu entendo. Crianças que gritam em restaurantes são irritantes. Eu sei. Estou vivendo isso. Mas, antes de ficar bravo e fazer julgamentos, pense que você está presenciando não um pai ruim, mas pais trabalhando duro para resolver o problema. Você está olhando para o que transforma uma criança em uma pessoa", concluiu.

Veja o post completo:

Leia também: Como lidar com crises de raiva das crianças

Repercussão

O post de desabafo sobre a birra da filha foi compartilhado por mais de 150 mil pessoas. Nos comentários, muitos internautas mostraram-se compreensívos em relação a situação e alguns comentaram que já passaram por momentos como esse.

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.