Tamanho do texto

Mulher teve uma reação à anestesia e esqueceu que tinha dado à luz

Geralmente, ter um bebê é uma das experiências mais inesquecíveis da vida de uma mulher, mas não para Bernadette Strange, 35 anos. As lembranças do momento em que o filho Elijah chegou ao mundo simplesmente não existem. O motivo? Pouco depois de dar à luz, a mulher sofreu uma reação à anestesia epidural, e os médicos tiveram que colocá-la em coma induzido. Como consequência, ela teve um quadro de amnésia.

Leia mais - Parto inusitado: mulher acorda de coma e descobre que deu à luz

Como reação à anestesia, Bernadette teve amnésia.
Reprodução/ The Sun
Como reação à anestesia, Bernadette teve amnésia.


 De acordo com os médicos que a atenderam, Bernadette teve uma meningite tão rara que foi preciso um estudo de caso especial. "Ninguém sabia se minha memória retornaria", disse ela em entrevista ao site "The Sun" sobre o quadro de amnésia

Leia mais - Gêmeos idênticos sobrevivem porque ficaram de mãos dadas no útero

Recuperação

Após acordar do coma, Bernadette, que já tinha um filho de dois anos, foi transferida para uma enfermaria especial para continuar a recuperação.  Ela não sabia ao certo quem era e nem se lembrava que estava grávida, muito menos do parto. Aos poucos, o quadro se normalizou. "Cerca de 10 dias depois, estava finalmente mostrando progresso suficiente e pude ver Theo, meu filho de dois anos", contou. 

Entretanto, durante muitos dias ela discutiu com todos e continuou afirmando que não tinha outro filho. Só registros do nascimento do pequeno Elijah a convenceram. "Quando meu marido me mostrou as fotos do parto na câmera, finalmente acreditei que tinha um filho mais novo". 

Tempo perdido

Quando conseguiu entender tudo o que tinha acontecido, a mulher diz ter ficado muito feliz. "Senti como se tivesse ganhado a loteria! Eu não podia esperar para conhecer o bebê", comenta. Felizmente, o marido de Bernadette, Neil, tinha mantido um diário para ajudá-la a absorver os detalhes dos dias que tinha perdido.

Leia mais - Mãe tira a filha do útero durante cesárea; "Coisa mais incrível que já fiz"

"Durante meses, eu me senti mal pelo fato de ter perdido as duas primeiras semanas de vida do meu bebê. Mas nós vamos ter o resto da vida juntos", desabafa.

Agora, Bernadette está praticamente recuperada e não sofre mais amnésia e outros efeitos da meningite. "Se não fosse pela ação rápida das enfermeiras na maternidade, talvez não estivesse aqui para ver meus filhos crescerem", finaliza.

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.