Tamanho do texto

Conversa, paciência e escolher um penico adequado são fatores que podem ajudar o desfralde. Veja mais dicas

Fazer o desfralde é um momento muito delicado tanto para os pais quanto para a criança. Afinal, se feito sem o cuidado necessário, a criança pode desenvolver problemas emocionais e clínicos. Segundo a pediatra Ana Paula Sakamoto, antes dos dois anos de idade a criança ainda é muito nova para retirar a fralda. Após essa idade, os pais devem identificar a hora correta de iniciar este processo para evitar problemas e frustrações. 

Leia mais: Os 10 erros mais comuns na hora de tirar a fralda das crianças

Escolher um penico adequado é um fator importante para o desfralde
Shuttersock
Escolher um penico adequado é um fator importante para o desfralde

Para ajudar os pais na realização do desfralde , a pediatra listou sete dicas. Confira:

1. Atenção aos indícios

Repare se a criança se queixa quando está com a fralda suja e se avisa quando vai fazer necessidades. De acordo com Ana Paula, isso é um indício para começar a tirar a fralda.

2. Período adequado

"Dê início ao processo no período diurno, tirando a fralda noturna apenas quando perceber que a criança acorda quase sempre seca", orienta a pediatra. Deve-se também diminuir a ingestão de líquidos durante à noite e levar a criança ao banheiro antes de dormir.

Além disso, não é indicado tirar a fralda em situações marcantes na vida da criança como o nascimento de um irmão ou irmã, separação dos pais ou mudança de casa ou de escola. “Fases delicadas que causam estresse são fatores que impactam a adaptação e dificultam o processo”, explica.

3. Converse

Ana Paula orienta que os pais perguntem de hora em hora se a criança quer ir ao banheiro. Em determinado momento, ela vai se acostumar a avisar quando sentir necessidade. Também é importante que os adultos encoragem e comemorem o sucesso e iniciativa da criança.

Leia mais: É hora de seu filho deixar a mamadeira; como fazer isso?

4. Paciência

"O tempo de tirar a fralda varia entre poucos dias ou mais de um mês", explica Ana Paula. Por isso, ter paciência é essencial. Em caso de escapadas, os pais não devem brigar com as crianças. Para ajudar, é possível colocar protetores impermeáveis de colchão para mantê-los secos e conservados durante à noite.

5. Penico ideal ou adaptador de assento

Segundo a pediatra, o penico ou o adeptador de assento devem ter apoio para os pés. Assim, a criança fica em uma posição que estimula a evacuação.

6. Diversão

O processo não precisa ser encarado como algo chato. "Vale brincar com bonequinhos, cantar musiquinhas ou decorar o penico com adesivos", sugere Ana Paula.

Leia mais: Já pensou em usar fraldas de pano no lugar das descartáveis? Veja os benefícios

7. Tecido

A escolha do tecido também é um fato que pode facilitar o desfralde. De acordo com a pediatra, deve-se optar por calcinhas e cuecas sempre de algodão e mais largas. Além de ser mais confortável para a criança, ela consegue tirar a roupa sozinha.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.