Tamanho do texto

"Sabe aquele sentimento de não se sentir representada? A minha filha nunca vai sentir isso!", escreveu a mãe no Facebook

Quase toda criança tem um personagem favorito ou um brinquedo que não quer largar por nada. Para Alice, isso não é diferente. A garotinha de 2 anos de idade é apaixonada por sereias e adora se vestir como uma. Recentemente, ela ganhou destaque em uma rede após ser presentada pela mãe com uma boneca de pano com um detalhe muito especial. 

Leia mais: Pesquisa revela que apenas 3% das bonecas disponíveis no mercado são negras

Alice tem dois anos e ganhou uma boneca de pano com marcas de nascença iguais às dela
Reprodução/Facebook
Alice tem dois anos e ganhou uma boneca de pano com marcas de nascença iguais às dela

Isa Denoni, mãe da pequena, costurou uma boneca de sereia com um detalhe que imita a mesma marca de nascença de Alice. Ao ver o resultado, a garota ficou extremamente feliz. “Quando viu a boneca pronta ela repetia ‘Ooh igual a Lice", escreveu a mãe em uma publicação no Facebook.

Leia mais: Garota que não tem perna ganha boneca com prótese igual a dela

Representatividade 

A publicação de Isa contando sobre o episódio levantou uma questão importante para a formação das crianças, a representatividade . "Sabe aquele sentimento de não se sentir representada? A minha filha nunca vai sentir isso!", disse a mãe na rede social.  

No relato, a mãe conta que quando a garota a viu confeccionando o brinquedo, pediu que fosse uma sereia exatamente igual a ela. "Durante a semana fui questionando como ela queria e ela disse que queria uma sereia igual a Ariel!". 

"E qual é a melhor maneira de fazer igual se não a boneca ter as marcas de nascença dela? Quando eu entendi o que ela realmente queria, perguntei pra ela se era aquilo mesmo e ela me respondeu 'É, sereia com mapa da Lice' na maior empolgação". 

Leia mais: Mãe tatua aparelho auditivo após filha deficiente sofrer bullying

"Mapa", na verdade, foi a forma que Alice usou para se referir as diversas marcas que tem em seu corpo, consequência de uma síndrome genética que recebe o nome de Maccune Albright. 

"É uma satisfação enorme poder proporcionar isso pra ela, e não tem como descrever aqui o quanto ela está feliz! O quanto ela está feliz em se ver representada em uma simples boneca de pano", finalizou a mãe. 

Veja a publicação na íntegra:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.