Tamanho do texto

A britânica começou a transmissão pela internet do trabalho de parto - que durou cerca de 24 horas - quando sua bolsa rompeu de forma espontânea

A britânica Sarah-Jane Ljungstron é mãe de três crianças e tem um canal de vídeos no Youtube. A sua filha mais nova, Eveline, nasceu no último dia 22 de dezembro, e Sarah decidiu transmitir o parto ao vivo pela internet.

Relembre os 5 partos mais inusitados de 2016

Sarah-Jane transmitiu o parto de sua pequena Eveline ao vivo em sua página do Facebook
Reprodução/Youtube
Sarah-Jane transmitiu o parto de sua pequena Eveline ao vivo em sua página do Facebook


 Na noite do dia 21, Sarah estava comendo pizza no sofá de casa quando sua bolsa rompeu repentinamente. A partir deste momento, ela ligou a câmera e começou a transmitir todo o trabalho de parto em sua página do Facebook.

O trabalho de parto durou cerca de 24 horas. A primeira transmissão começou às 22h, do dia 21 de dezembro, no horário local, e a pequena Eveline nasceu no dia 22.

Durante todo esse período, Sarah publicou cinco vídeos em tempo real, inclusive suas contrações ao vivo, e atualizações sobre a “descida” do bebê até o nascimento. Os vídeos alcançaram mais de 200 mil pessoas.

Masturbação: por que algumas mulheres fazem isso na hora do parto?

A intenção de Sarah, de acordo com o jornal britânico “The Sun”, era mostrar às pessoas a realidade de um parto normal: “Eu achava que ser mãe era só recompensador, mas pode ser opressivo e solitário”.

Em entrevista ao site “Channel Mum”, ela disse: “Fiz vídeos sobre maternidade e gravidez por todo o ano, então foi natural para mim fazer o mesmo e compartilhar meu trabalho de parto.”

Ela conta que sempre procurou ajuda especializada para fases específicas como o trabalho de parto, amamentação e alimentação, e histórias de outras mães reais a ajudaram neste processo.

Durante a transmissão, os espectadores acompanharam todo o processo do nascimento da filha de Sarah. Quando a bolsa estourou, ela foi para o hospital e quem estava assistindo podia até ouvir o coração do bebê pela máquina que monitorava os batimentos cardíacos, por exemplo.

Exercícios podem estimular parto natural? Veja dica de especialistas

Após isso, a futura mamãe voltou para casa, para esperar que as contrações aumentassem. Mais tarde, Sarah retornou ao hospital. A britânica, entretanto, poupou os espectadores dos momentos finais do parto, e retomou a gravação quando voltou para a casa com o bebê e o marido.

Depois do parto, Sarah ainda mostrou aos espectadores a chegada de Eveline à casa e o momento que a pequena foi apresentada aos dois irmãos mais velhos: Freddie, de seis anos, e Finn, de três.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.