Tamanho do texto

Pediatra diz qual o melhor momento para fazer o desmame da criança e dá dicas para os pais facilitarem esse processo

Eliminar a mamadeira até os dois anos de idade é muito importante para o desenvolvimento das crianças, afirmam médicos. No entanto, essa é uma das tarefas mais difícieis e trabalhosas para os pais. Para que a "despedida" seja mais fácil e não traumática, ela precisa ser feita de forma natural e tranquila. 

+ Mamadeira, chupeta e copo infantil: perigo nos primeiros passos

Como fazer com que seu filho deixe a mamadeira?
Getty Images
Como fazer com que seu filho deixe a mamadeira?

"O uso prolongado da mamadeira pode alterar o desenvolvimento dos músculos da face, da fala e dentição da criança", explica a pediatra Rafaella Calmon. Além disso, pode causar dificuldades respiratórias, aumentar o risco de cáries e de contaminação por doenças infectocontagiosas. 

Segundo Rafaella, o objeto também é um dos principais fatores do desmame precoce. Caso a amamentação realmente não seja possível para a mãe, a pediatra orienta que se ofereça leite ou fórmula em um copo ou colher. Assim, evita-se que a criança se confunda com os bicos. 

Aos poucos

É importante que a retirada da mamadeira seja feita de maneira gradural. Além disso, mesmo que a criança ainda não entenda em um primeiro momento, é válido explicar a ela o que está acontecendo, mostrar novas opções e dizer que isso será o melhor. 

+ Fraldas, mamadeira, chupeta: existe idade certa para largar?

Aos seis meses, por exemplo, já é possível começar a introduzir copos para água e suco. Para facilitar o processo, a pediatra orienta que a criança seja acostumada a tomar todos os líquidos no copo, somente o leite da noite não. Também é interessante treinar criança desde pequena para o uso do canudo, que tem uma forma positiva e benéfica de sucção. 

Cuidados

Alguns cuidados são necessários para que o processo seja bem sucedido. "Iniciado o processo de retirada, ele não deve ser interrompido", diz a médica. Quando existem essas interrupções, a criança fica confusa e também aumenta a chance de desistência da família.

Também não é indicado que a retirada da mamadeira não seja feita em períodos de transição como início da escola, nascimento de um irmão, desfralde, quando a criança estiver doente ou uma mudança de casa. Nesses momentos, pode ser mais confuso e complicado para ela.

+ 9 erros dos pais no desenvolvimento da fala das crianças

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.