Tamanho do texto

Sangramentos na gestação são mais comuns do que você imagina! Veja a explicação da gincologista sobre as causas e orientações de como evitá-los

Durante o período da gravidez, as idas ao banheiro tornam-se cada vez mais frequentes. Isso acontece por conta das alterações hormonais do organismo e pelo aumento do tamanho do útero. Se em algum desses momentos você encontrar sangue na calcinha, não se assuste! O sangramento na gravidez é mais comum do que imaginamos. 

Menstruação atrasada e muito mais: veja 10 sintomas de gravidez

Apesar de ser comum, é preciso estar atenta com a ocorrência de sangramento na gravidez
Flickr/ Tipstimesadmin
Apesar de ser comum, é preciso estar atenta com a ocorrência de sangramento na gravidez















Na maioria das mulheres, é comum que o sangramento na gravidez  seja leve e ocorra nos primeiros meses de gestação, por isso acaba sendo confundido com menstruação. "Isso acontece devido às mudanças que o corpo feminino está passando e também porque o óvulo está ‘grudando’ na parede do útero", explica a ginecologista e obstétra Maria Elisa Noriler. 

A médica diz que o sangramento pode ter diversos significados e indicar desde infecções na vagina ou no cólo no útero e até mesmo trabalho de parto , dependendo do período gestacional. Também pode apontar um caso de placenta baixa ou alertar para o uso de medicamentos anticoagulantes. 

Riscos 

Apesar do sangramento ser comum na gestação, é importante estar atenta. Em alguns momentos específicos, eles podem apresentar perigos ao desenvolvimento do feto. De acordo com a ginecologista, no primeiro trimestre de gravidez há um risco maior de  aborto , principalmente se os sangramentos forem intensos, com coágulos e cólica.

Já nos sangramentos que acontecem no segundo e no terceiro trimestre, os riscos são maiores para o feto quando estão relacionados à placenta. 

Doenças na gravidez: especialista lista as cinco mais perigosas neste período

Cuidados 

Maria Elisa recomenda que as mulheres grávidas evitem fazer grandes esforços e caso desejem realizar atividades físicas, consultem um obstetra. Além disso, ela deve reservar momentos do dia para descanso e se manter sempre bem hidratada e alimentada.  Se ocorrer um sangramento, a ginecologista orienta que não sejam usados absorventes internos ou duchas higiênicas. 

A médica também ressalta a importância de se fazer um bom pré-natal com acompanhamento médico e realizar exames para eliminar outros problemas de gestação. "É importante que qualquer incômodo seja levado pela paciente ao obstetra, assim, é possível fazer uma melhor análise do caso e evitar problemas futuros", orienta. 

Em casos de sangramento na gravidez, a gestante deve procurar seu obstetra imediatamente. 

10 respostas sobre sexo na gravidez

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.