Tamanho do texto

Crianças e organização: quando estes dois assuntos se misturam, temos um desafio. Veja como superá-lo e organizar um guarda-roupa infantil

Quando uma criança chega em casa, muitas dúvidas aparecem e hábitos mudam. A organização do quarto é uma das questões que surge e se torna cada vez mais difícil conforme o filho cresce. Por falta de experiência, as mães têm dificuldade em manter o guarda-roupa infantil organizado.

As roupas são menores, as peças são diferentes e ainda tem um detalhe: as crianças precisam mexer nele. Por estas e outras questões é tão difícil saber qual a melhor forma de arrumar um guarda-roupa infantil .

Você sabe como organizar um guarda-roupa infantil? Veja dicas
Edu Cesar
Você sabe como organizar um guarda-roupa infantil? Veja dicas

A personal organizer  Ingrid Lisboa, que auxilia pessoas a colocarem em ordem armários e casas, afirma que a técnica de organizar e a forma de dobrar as roupas não mudam muito do guarda-roupa adulto para o infantil.

Mas a principal questão que deve ser levada em consideração é o tamanho da criança. É preciso facilitar o acesso às peças para que ela possa aprender a se vestir e guardar de volta as roupas sozinhas. “É super importante a criança participar e ensinar a ela o hábito de organizar”, diz a profissional.

Aprenda truques de organização que combinam com sua personalidade

Por isso, é importante que as roupas que ela mais use fique na frente. Até as crianças menores, mesmo que ainda não interfiram na escolha das peças que vão vestir, devem ser capazes de pegar algumas roupas mais simples, como pijama e uniforme da escola, exemplifica Ingrid.

Ela ainda conta que cabides e espaço para pendurar não funcionam muito para armários infantis , primeiramente porque eles são muitos altos, e também por serem mais difíceis para a criança retirar a roupa. Então, na hora de escolher o guarda-roupa, o local para pendurar não é necessário para os pequenos. Mas se for adaptar um móvel já existente para o filho, Ingrid indica utilizar este espaço para colocar roupas menos usadas, como grandes casacos de frio e até mesmo as roupas mais chiques, que serão retiradas de lá apenas em ocasiões especiais

De acordo com a organizadora, a camiseta comum pode ser dobrada normalmente, mas com o cuidado de não deixar uma exatamente em cima da outra. “Posicionar em cascata é a melhor forma”, diz. As roupas mais moles, como camisetas e shorts próprios para esportes, podem ser guardados em nichos dentro das gavetas, o que facilita também a visualização pelos pequenos.

Sapatos

Esta é a forma que Ingrid encontrou para fazer a organização dos sapatos em um guarda-roupa infantil
Divulgação/Ingrid Lisboa
Esta é a forma que Ingrid encontrou para fazer a organização dos sapatos em um guarda-roupa infantil

Para organizá-los, a melhor forma, para Ingrid, é uma sapateira. Caso não seja uma opção, é possível arrumá-los dentro do guarda-roupa infantil. A sugestão da especialista é utilizar cestos  em que os sapatos fiquem “de pé”, facilitando também a visualização e o acesso pelos pequenos.

Autonomia

Para dar mais autonomia para a criança é preciso a colaboração da mãe. “É preciso trabalhar um tipo de organização se preocupando menos com a perfeição e mais com a forma de deixar tudo prático”, diz Ingrid. Ela ainda recomenda dobra a roupa de maneira mais simples para que a criança também consiga repetir: “Pode ser um pouco mal feita”.

Para manter a organização do guarda-roupa infantil é preciso disciplina e orientação às crianças: “Tudo o que tirar, tem que guardar, não pode acumular a bagunça deixar tudo para um único dia”, explica Ingrid.

Como organizar o guarda-roupa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.