Tamanho do texto

Aprenda a fazer três brincadeiras com objetos e ingredientes que tem em casa: tinta caseira, tambores de lata e boliche

Solte a criatividade: aprenda a brincar com objetos que você tem em casa
Massacuca
Solte a criatividade: aprenda a brincar com objetos que você tem em casa

Se a situação econômica não está aquela maravilha, por que não aproveitar o Dia das Crianças para brincar com seu filho sem gastar muito em vez de comprar mais um eletrônico que vai ficar entulhado? Aproveite o feriado para estimular a criatividade das crianças e se divertir com o que já tem em casa.  

“Existe uma linha de pensamento que acredita no poder desses objetos do cotidiano, porque criança tem imaginação fértil. Os brinquedos já vêm prontos, não pedem uma interpretação e acabam limitando a criatividade”, explica Graziella Iacocca, sócia-fundadora do site Massacuca .

Há três anos, quando teve seu filho, Graziella queria apresentar a ele atividades mais lúdicas e menos “prontas”. De suas pesquisas e da prática com o pequeno Antonio, surgiu o site, que ensina atividades divertidas para os pais fazerem com os filhos, e também oficinas que passou a ministrar. “A gente vê que muito adulto que começa a fazer oficinas para agradar os filhos, acaba se envolvendo e, às vezes, se diverte mais que eles”, conta.

As atividades do Massacuca são fáceis de fazer e acessíveis: não demandam tempo e nem dinheiro. E também não costumam ser divididas por faixa etária: “crianças de idades diferentes podem se interessar pela mesma brincadeira, vão apenas agir de formas diferentes”, explica.

Confira abaixo três indicações de Graziella de maneiras superdivertidas para passar o Dia das Crianças, com objetos que todo mundo tem em casa:

TINTA CASEIRA

A tinta caseira sai com água de vidros, espelhos e azulejos
Massacuca
A tinta caseira sai com água de vidros, espelhos e azulejos


Esta atividade dá à criança a sensação de viver uma grande aventura em um cômodo da casa escolhido pelos adultos. A tinta caseira sai com água de vidros, espelhos e azulejos, então que tal liberar o banheiro todo para a arte?

Idade recomendada: A partir de 10 meses – para pintar com os pezinhos.

Você vai precisar de: rolinho de espuma para pintar, pincéis e tinta caseira

Dica extra: para fazer a tinta caseira, junte 1 copo de farinha de trigo, 1 copo de sal e 1 copo de água, misture até ficar homogêneo e divida em potes. Pingue algumas gotas de corante de alimentos em cada um deles e escolha as cores preferidas da criançada. Para as mães de bebês que preferem evitar corantes (ou para as crianças alérgicas), recomendamos pigmentos naturais usando cenoura, beterraba, espinafre, repolho roxo e até casca de abacaxi. Dá para usar suco concentrado ou em pó.

Por que é legal: estimula visão, tato (a textura da farinha com o sal é interessante), imaginação, concentração e coordenação motora.


TAMBORES DE LATA E BEXIGA

A brincadeira estimula audição, tato e visão
Massacuca
A brincadeira estimula audição, tato e visão


As possibilidades desta atividade são muitas: desde usar as latinhas como tambor até fazer delas chocalhos ou brincar de empilhá-las.

Idade recomendada: A partir de 2 anos

Você vai precisar de: latas usadas, limpas e secas, bexigas, algo para “rechear” o tambor (como feijão, arroz, milho e areia) e as baquetas, que podem ser gravetos e colheres de pau.

Dica extra: Pegue uma lata, coloque dentro um punhado de “recheio” e cubra com uma bexiga cortada, sem o bico. Quanto mais esticada a borracha melhor o som ficará, mas é preciso tomar cuidado para não rasgar. Prenda a bexiga usando uma fita adesiva bem resistente, para evitar que o tambor desmonte durante as brincadeiras mais animadas. Ah, não use latinhas que foram abertas com abridores de lata convencionais, pois elas podem ficar com pontas que machucam as crianças.

Por que é legal: estimula audição, tato e visão. Perceber as sutis diferenças sonoras é ótimo também para o senso de observação e raciocínio. Sem contar a coordenação motora necessária para coordenar os movimentos das baquetas, chacoalhar e empilhar as latas.


BOLICHE DE GARRAFAS

O preparo do brinquedo já é uma farra
Massacuca
O preparo do brinquedo já é uma farra


Aqui, o preparo do brinquedo já é uma farra. Você pode decorar as garrafas com o personagem preferido das crianças, com glitter, com bolinhas coloridas...

Idade recomendada: A partir de 6 anos (mas os menores também podem brincar!)

Você vai precisar de: 6 garrafas de plástico (como as de leite) limpas e secas, material para personalizar, como adesivos, e uma bola, feita com bexiga e arroz.

Dica extra: para crianças pequenas, as garrafas podem ficar vazias. Para as maiores, você pode enchê-las com arroz ou areia para aumentar o grau de dificuldade.

Por que é legal: estimula a coordenação motora e a imaginação na hora de criar as garrafinhas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.