Joice Hasselmann sofreu fraturas pelo corpo todo
Reprodução/iG Minas Gerais
Joice Hasselmann sofreu fraturas pelo corpo todo

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) acordou com diversas fraturas pelo corpo após sofrer um lapso de memória . Ela acredita ter sido vítima de um atentado e negou as suposições de que foi vítima de violência doméstica. O marido da parlamentar, o neurocirurgião Daniel França, estava no apartamento quando Hasselmann sofreu as fraturas.

"De maneira muito canalha, estão tentando desviar o foco e colocar o meu marido em suspeição. Quem me conhece e conhece o Daniel sabe que é muito mais fácil eu dar uma sova nele do que ele ousar levantar a mão para mim. O meu marido é o tipo de homem que puxa a cadeira para eu me sentar, abre a porta do carro e me espera na porta de casa com uma taça de champanhe. Ele é um príncipe, incapaz de dar um tapinha no meu gato para assustá-lo", diz em entrevista à colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

Hasselmann vive em Brasília e o marido passa os finais de semana com ela no Distrito Federal. A deputada fala que ela e Daniel França dormem em quartos separados porque ele tem problema de ronco. Ela conta que ligou para o médico às 7h da manhã do último domingo (18) para ele ir socorrê-la, pois não conseguia nem se levantar.

"Daniel foi a primeira pessoa a me socorrer, a exigir que eu fizesse as tomografias. É uma canalhice tentarem envolvê-lo nesse episódio. Isso tem um intuito de criar uma cortina de fumaça para que não se descubra a verdade. Não vou permitir. Se (o agressor) fosse meu marido, filho, pai ou irmão, eu teria denunciado e colocado na cadeia. Qualquer um que me conhece minimamente sabe disso", afirma.

Entenda o caso

Joice Hasselmann relata que acordou em uma poça de sangue na manhã do último domingo (18) após sofrer um lapo de memória de 7 horas. A parlamentar conta que a última coisa que se lembra é de estar vendo televisão deitada na cama, até acordar com fraturas pelo corpo e ser socorrida pelo marido, que fez curativos nos ferimentos e ministrou remédios. A deputada acredita ter sido vítima de um atentado e solicitou a abertura de uma investigação na Polícia Legislativa. Joice pretende indicar Daniel França e os funcionários do condomínio e de sua casa como testemunhas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários