Dr. Jairinho, suspeito na participação da morte do menino Henry
Reprodução
Dr. Jairinho, suspeito na participação da morte do menino Henry

A defesa do vereador Dr. Jairinho, preso nesta quinta-feira (8) pela suspeita de participação na morte do enteado Henry Borel , de 4 anos, divulgou fotos íntimas da ex-namorada do político para constrangê-la. Uma das ex-companheiras de Jairinho testemunhou cotra ele e a estratégia utilizada foi usar imagens dela nua para desmerecer o depoimento.

Segundo o G1, a ex-namorada de Jairinho disse em depoimento que o vereador já agrediu a filha dela. No mesmo depoimento, a mulher também falou que foi o vereador quem pagou pelo implante de silicone dela e a defesa do político usou isso na estratégia de constrangê-la.

Em uma das imagens divulgadas, a ex-namorada do vereador aparece nua com uma legenda que faz referência à fala do silicone. "Sou de Bangu e vereador Jairinho botou peito em mim", está escrito na imagem.

Além das fotos íntimas divulgadas, a defesa de Dr. Jairinho também divulgou vídeos de funcionários do vereador desmerecendo as testemunhas, como o pai de Henry, Leniel Borel. No caso da ex-namorada, um funcionário do político diz que a mulher só namorou o político porque estava interessada no dinheiro dele.

"[A ex-namorada] disse pra muitas pessoas que estava com ele pro causa do dinheiro dele, isso a gente já sabe. Agora não entendo, [há] mais de oito anos isso, a pessoa vir a público agora dizer uma coisa dessa... Agora disse que tinha medo dele?", diz o homem no vídeo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários