Na noite de quinta-feira (9), as mulheres no Twitter se organizaram em um multirão para lembrar o caso Mariana Ferrer e cobrar respostas sobre o que aconteceu. Em 2018, Mariana, que tinha 21 anos na época, denunciou à Polícia Civil ter sido vítima de estupro no Café de La Music, de Florianópolis (SC), por André de Camargo Aranha, quando trabalhava no local.

Mariana Ferrer relatou ter sido vítima de estupro em 2018
Reprodução/Instagram
Mariana Ferrer relatou ter sido vítima de estupro em 2018

No Instagram, Mariana fez uma publicação atualizando sobre o caso. De acordo com ela, o processo está em fase final e Aranha segue indiciado por estupro de vulnerável. Ela também fala que é importante que seu caso continue sendo divulgado e pede a ajuda de outras mulheres para isso. 

Segundo Mariana, deve-se cobrar justiça para que Aranha não saia ileso na situação. “É dando visibilidade para casos como o meu que a mudança ocorre. Eles estão acostumados com o sigilo, em silenciar suas vítimas e nunca serem punidos. Não mais…”, escreve. 

Em seguida, com centenas de mulheres divulgando e pedindo justiça para que o caso não seja esquecido, Mariana foi para os assuntos mais comentados no Twitter.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários