A busca por um “corpo perfeito” é incansável para muitas mulheres, ainda mais as que sobrevivem da indústria da moda. Mas, aos poucos, essa trajetória tem sido menos cruel, à medida que algumas delas decidem se aceitar e mostrar que é possível se amar do jeito que é, independente de celulites, estrias, barriga, cabelo ou pele.

undefined
Reprodução/Instagram @ccokez
Chelsea Outram mostra estrias em sua conta no Instagram e recebe apoio de outras mulheres que se inspiram nela

A modelo britânica Chelsea Outram, de 23 anos, é um exemplo desses. Após receber várias críticas em sua conta no Instagram por conta de suas estrias , a mãe solteira conta que hoje consegue trabalhos justamente por causa de suas “listras de tigre”.

Visualizar esta foto no Instagram.

It’s been a while since you met someone original 💋

Uma publicação compartilhada por Coco -🌸 (@ccokez) em

Ela afirma que quando decidiu mostrar fotos de seu corpo real, sem retoques, na rede social, ficou chocada com a quantidade de ofensas que recebeu. “A pior coisa que li foi ‘é por isso que você é solteira, os homens não querem ver esse tipo de barriga’”, conta.

Mãe solo de Amara, de apenas 3 anos, ela ressalta que as mensagens a deixaram muito magoada, mas, ao mesmo tempo, o retorno de mulheres que apoiavam sua coragem por se mostrar deu força para que ela continuasse a publicar as fotos.

Visualizar esta foto no Instagram.

I love you more than anything in the whole entire world.

Uma publicação compartilhada por Coco -🌸 (@ccokez) em

"Eu não faço isso para obter validação de homens. Faço essencialmente para ajudar outras mulheres, mães e qualquer um que esteja lutando [contra os padrões estéticos]", afirma em entrevista ao The Sun .

Chelsea, que é contratada pela J'Adore Models , sediada em Manchester, já trabalhou para marcas famosas como Pretty Little Thing , InTheStyle e Boohoo .

Fotos de estrias foi divisor de águas

undefined
Reprodução/Instagram @ccokez
Chelsea Outram, modelo, estrias

Ao assumir suas marcas, ela passou a ser um exemplo de empoderamento para muitas pessoas. “Eu nunca teria postado uma foto como essa no ano passado”, escreveu ela em uma publicação de abril de 2018. “Eu estava tão envolvida em parecer perfeita, que eu estava me perdendo”, afirma.

No desabafo, a modelo conta que está orgulhosa de si mesma por conseguir, finalmente, apreciar seu corpo. “Eu sei que não é o melhor corpo que você vai ver na sua linha do tempo, mas é o meu corpo e a casa de Amara”.

Ela conta que decidiu refletir sobre sua jornada e conseguiu entender que “ninguém pode fazer você se sentir bem além de si mesmo, ninguém pode fazer você alcançar a grandeza, a não ser você mesmo".

Agora, ela diz que hoje em dia é frequentemente contratada como modelo por causa de suas marcas de estrias - e as empresas estão optando por abrir mão do Photoshop para mostrar o corpo "real" das mulheres. “A indústria está vivendo uma grande virada no momento”, conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários