Tamanho do texto

Lyndsey afirma que a pior decisão de sua vida foi casar. Separada há dois anos, ela pretende vender o vestido do grande dia para comemorar o divórcio

Lyndsey Harrison, de 32 anos, ficou conhecida ao anunciar no Facebook que está vendendo o seu vestido de casamento. Separada desde 2016, a mulher conta que a intenção é nunca mais olhar para a roupa que usou no dia dos votos, há quatro anos. “Esse vestido caiu na mesma categoria que o meu ex-marido , tornou-se indesejado”, escreveu ela.

Leia também: Mulher vai à falência após ser madrinha de 20 casamentos em quatro anos

A mulher decidiu vender o vestido de casamento para não lembrar o que considera o maior erro da sua vida
Reprodução/Facebook
A mulher decidiu vender o vestido de casamento para não lembrar o que considera o maior erro da sua vida


No anúncio, Lyndsey afirma que pagou 1200 euros (R$ 5.721,10) pelo vestido de casamento , mas topa vender a peça por um valor bem mais em conta. O que ela quer, na verdade, é comemorar que não está mais com um homem “rabugento”. “Nós dois vivíamos com a cabeça quente e brigávamos demais”, explica em entrevista ao “Daily Mail”.

O motivo da revolta, segundo a norte-americana, é que o homem se transformou após a lua de mel. Ela diz que conheceu o ex no estacionamento de uma rede de fast food. Na época, os dois notaram que tinham amigos em comum, começaram a conversar e o  pedido de casamento aconteceu no mesmo dia.

Lyndsey diz que não aceitou de cara, pois achou que não passava de uma brincadeira. Depois, sentiu que o rapaz falava sério e tentou dar uma chance para o amor à primeira vista . “De repente meu pai se ofereceu para pagar a festa e todos estavam comprando vestidos e reservando o dia de folga. Eu realmente senti que tinha que ir em frente para não decepcionar os outros, mas não estava muito empolgada”, reconhece a moça.

Caso não seja vendido, vestido de casamento virará fantasia

Lyndsey Harrison pensa em se fantasiar de noiva cadáver com o vestido de casamento usado em 2014
vestido de casamento
Lyndsey Harrison pensa em se fantasiar de noiva cadáver com o vestido de casamento usado em 2014


Lyndsey conta que tudo aconteceu tão rápido que ela nem se preocupou em encontrar um vestido de noiva. A peça que está à venda, inclusive, foi a primeira que ela provou para usar no grande dia. “Todo mundo falava que eu era a noiva mais relaxada de todas, mas é que eu estava realmente incomodada com tudo aquilo acontecendo tão rápido”, confessa.

Andar pelo corredor da igreja, no dia da cerimônia, foi um sacrifício para Lyndsey. Hoje, no entanto, ela acredita que o ex-marido também se arrependeu da decisão. “Ele tinha disposição para sair com os amigos dele, mas não tinha vontade de fazer nada comigo. A gente conversava e tentava mudar, mas depois de alguns dias voltávamos para a estaca zero”, diz.

“Aceitar que acabou foi difícil para nós, mas acredito que foi a decisão mais importante das nossas vidas. Eu não queria mais viver infeliz daquele jeito”, diz ela. A ideia de Lyndsey, inclusive, é conseguir vender a peça até o Halloween para organizar uma festa. Caso ninguém se interesse pela roupa, ela pensa em transformr o vestido em uma fantasia de noiva cadáver.

Leia também: Noiva briga com convidados que não ajudam a pagar ‘casamento dos sonhos’

"Se o vestido de casamento for vendido no prazo que estipulei, pretendo aconselhar a noiva a pensar bem antes de casar. Mas se ela estiver feliz e tiver certeza que isso é o que ela quer, desejarei muito mais sorte do que eu tive com aquela peça”, afirma Lyndsey.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.