Tamanho do texto

Ao expor as críticas que recebe nas redes sociais, Bruna Marquezine abriu um debate sobre como críticas podem afetar psicologicamente uma pessoa

pressão estética para se ter um determinado tipo de corpo ainda é um problema e afeta até mesmo as celebridades.  Bruna Marquezine , por exemplo, vem recebendo diversos comentários negativos sobre o corpo em uma de suas fotos no Instagram. Os seguidores afirmam que ela está "magra demais", que fica "melhor 'cheinha'" e precisa "dar uma engrossada nas pernas". 

Bruna Marquezine recebeu diversos comentários negativos sobre seu corpo nas redes e decidiu abrir debate
Reprodução/Instagram/brunamarquezine
Bruna Marquezine recebeu diversos comentários negativos sobre seu corpo nas redes e decidiu abrir debate


Ao ver o que estava acontecendo, a atriz publicou alguns "stories" na rede social respondendo esses internautas. "Quero falar de um assunto que acho importante. Quero dividir com vocês alguns comentários que tenho recebido. Prestem muita atenção", disse ela antes de compartilhar o print de algumas críticas recebidas em sua foto.

"Adoro você, mas você está muito magra. Não acho bonito. Me desculpa, mas você 'cheinha' fica melhor", disse uma seguidora. "Linda de rosto, mas vamos engordar mais essas pernas aí", comentou outro internauta. "Se não está com nenhum problema de saúde, os amigos precisam dizer que essa magreza está muito feia. Já está ficando anoréxica, cuidado", disse uma terceira. 

Nos "stories" ela ainda afirma que não está com anorexia, como muitos estão acreditando. "Eu estou muito saudável, graças a Deus! Eu estou muito bem, isso deveria ser a única coisa importante", complementou. "Também acho muito importante que a gente se sinta bem com o nosso corpo, e eu estou. Amo meu corpo e estou feliz com ele do jeito que ele é. Não quero emagrecer. Não estou fazendo nenhuma dieta para emagrecer".

Bruna ainda relata que emagreceu para interpretar a personagem Catarina na novela "Deus Salve o Rei", da Rede Globo, mas esteve acompanhada de nutricionistas e outros profissionais da saúde durante todo esse processo e que, atualmente, não pretende emagrecer mais.


"Por que estou falando tudo isso? Motivo número um: ser sincero é diferente de ser sem noção e sem educação. Se uma pessoa te pergunta sua opinião, você deve dizer a verdade. Se ela não te pergunta, você fica calado. E aí os chatos de plantão vão dizer: 'mas você é uma pessoa pública, você postou uma foto no Instagram e as pessoas podem dar opinião'. Não, não podem", disse.

Segundo a atriz, o problema dessas críticas e comentários é que, na realidade, só servem para machucar as pessoas, mesmo que essa não seja a principal intenção. "Eu eu não estou falando que vocês não podem fazer críticas nas minhas fotos, isso é para as fotos de qualquer pessoa. Se a sua crítica for ofender, machucar ou fazer com que essa pessoa se sinta mal sobre o corpo dela, não comenta." 

Assim, ela fala que é preciso "mudar esse raciocínio", porque o corpo de cada um não deve agradar ninguém além da própria pessoa. "As pessoas precisam parar com isso. Eu vejo mulheres diminuindo as outras [nos comentários], e a gente está vivendo em uma era de aceitação", comentou.

Como os comentários afetaram Bruna Marquezine?

Bruna Marquezine afirma que os comentários podem afetar o psicológico de uma pessoa e causar vários problemas
Reprodução/Instagram/brunamarquezine
Bruna Marquezine afirma que os comentários podem afetar o psicológico de uma pessoa e causar vários problemas


Bruna conta que antes de viver Catarina na televisão realmente teve dificuldade em aceitar o próprio corpo. "Eu nunca sofri com disturbio alimentar, mas já sofri com disturbio de imagem. Na época as pessoas não comentavam que eu estava muito magra  , mas que eu estava um pouco gordinha, bochechuda, com quadril largo."

"Eu acreditei na opinião alheia, comecei a detestar o meu corpo e achava que tinha que emagrecer de qualquer jeito. Tomava laxante todos os dias por três meses e me alimentava mal, eu não estava me amando", lembra. Segundo relato, os familiares a ajudaram a procurar uma terapeuta para tratar o disturbio e também a depressão. 

Por causa da própria experiência, a atriz acredita que esse tipo de comentário é irresponsável, principalmente porque existem pessoas que não têm a ajuda que ela recebeu e podem ser psicologicamente afetadas por isso. "Até onde é tão importante opinar se você está ferindo outra pessoa?", pergunta. 

"Esses tipos de comentários 'ingênuos' de 'engorda um pouco mais' ou 'emagrece um pouquinho, porque você está meio gordinha', começam a fazer com que a gente se olhe diferente. Aí a gente se olha no espelho e começa a enxergar coisas que nunca tínhamos visto e que nem existiam, mas se tornam verdades dentro da gente e fazem com que a gente não se ame mais, não se sinta bonita."

Ela também afirma que não está impedindo que as pessoas comentem em suas fotos, mas quer alertar sobre como essas atitudes geram consequências. "Para todas as pessoas que fazem esse tipo de comentário nas fotos dos outros, comecem a refletir sobre a responsabilidade de vocês e as consequências que as suas palavras podem ter. Não é só um comentário, isso pode afetar muito quem está lendo."

Para as pessoas que estão sofrendo com críticas desse tipo, ela aconselha que a única coisa que importa é que você esteja saudável e feliz. "Não permita que a opinião alheia forme a sua opinião sobre você mesma. Não se enxergue através do olhar do outro, escute a sua própria voz e busque se conhecer", finaliza. 

Mas, afinal, por que as pessoas fazem esses comentários?

Segundo especialista, não existe uma explicação para que as pessoas façam comentários negativos nas redes sociais
shutterstock
Segundo especialista, não existe uma explicação para que as pessoas façam comentários negativos nas redes sociais


De acordo com a psicóloga Marina Vasconcellos, não existe uma explicação geral para o motivo das pessoas comentarem coisas desse tipo na internet. "Geralmente, as pessoas que opinam na vida dos outros também têm seus próprios problemas, seja ele baixa autoestima ou até o sentimento de inveja. Quando falamos de celebridades, como é o caso da Bruna Marquezine, as críticas são mais constantes."

Segundo a especialista, as pessoas famosas provocam sentimentos, principalmente de inveja, pelo status, beleza, sucesso ou dinheiro. "Entretanto, ninguém tem direito de opinar na vida do outro, porque isso só diz respeito àquela pessoa, não importa se ela é famosa ou não."

Por outro lado, os comentários realmente podem despertar sentimentos ruins, afetando a autoestima da pessoa que os recebe, além de transtornos como o distúrbio de imagem mencionado pela atriz. "Também chamado de dismorfia corporal, esse distúrbio faz com que a pessoa não se veja como ela é na realidade. Então ela é magra, mas se enxerga gorda, por exemplo, ou vê um defeito de forma exagerada."

A profissional afirma que a dismorfia, se não tratada, também pode causar vários outros transtornos, como bulimia e anorexia. Nesse caso, e assim como Bruna Marquezine fez, o mais indicado é realmente procurar ajuda psicológica. "A terapia pode ajudar essa pessoa a fortalecer a autoestima e entender o porquê dela se sentir dessa forma", explica. 

Ainda mais importante do que falar sobre as  consequências das críticas , é reforçar a responsabilidade social de quem comenta. "É muito importante que as pessoas tenham responsabilidade antes de fazer esse tipo de comentário. É preciso ter o mínimo de bom senso e saber onde vai seu limite e começa o do outro para não invadir a privacidade dos outros."

"É uma agressão, e por mais que você ache que não vai afetar isso pode ter consequências graves. Expor a opinião nas redes sociais é algo muito sério, e as pessoas deveriam ter um cuidado no geral quando estão fazendo comentários internet, para saber o que falar e como falar. É uma preocupação geral, não apenas para pessoas públicas", finaliza Marina. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.