Tamanho do texto

Michaela Duddy decidiu mudar completamente seus hábitos de exercício e alimentação após ver que o distúrbio alimentar estava destruindo sua vida

Pessoas diagnosticadas com anorexia geralmente estão insatisfeitas com o próprio corpo e sentem uma necessidade descomunal de emagrecer. Por acreditarem que nunca estão magras o suficiente, elas chegam até mesmo a parar de comer e começam a praticar exercícios em excesso a fim de perder peso. Esse é o caso, por exemplo, da irlandesa Michaela Duddy, de 19 anos de idade, que está se recuperando do distúrbio alimentar. 

Leia também: Jovem revela como exercícios físicos ajudaram-na a vencer distúrbio alimentar

Por causa da anorexia, Michaela Duddy chegou a pesar cerca 30 quilos e tentava comer o mínimo que conseguia
Reprodução/Instagram/michaeladuddy
Por causa da anorexia, Michaela Duddy chegou a pesar cerca 30 quilos e tentava comer o mínimo que conseguia

Michaela recebeu o diagnóstico aos 16 anos de idade, quando ainda estava no ensino médio. Em entrevista ao portal britânico "Daily Mail", a jovem conta que estava passando por um período difícil da vida e acabou usando a anorexia como um mecanismo para "lidar" com esses problemas. 

"Eu sofri por cerca de nove meses", afirma. "Não conseguia me concentrar, não costumava socializar e acabei me afastanto de muitos dos meus amigos. Eu fiquei muito magra e vivia constantemente obcecada com comida e exercício. Estava focada em comer o mínimo que conseguia e me exercitar o máximo que podia todos os dias. Eu não tinha energia para praticar exercício, então era muito perigoso."

Por causa da rotina puxada de atividades físicas e má alimentação, a adolescente chegou a pesar cerca de 30kg e usar roupas tamanho 36. Entretanto, ela decidiu que precisava mudar esses hábitos quando percebeu como o distúrbio alimentar estava afetando drasticamente sua vida. "Percebi o quão ruim estava ficando e como estava destruindo a minha vida. Eu queria recuperar a minha felicidade." 

Essa recuperação, porém, não foi algo fácil e de uma hora para outra — afinal de contas, é um processo. "A parte mais difícil foi lutar com a voz na minha cabeça todos os dias, mas o quanto mais você luta, mais quieta ela fica, então vale a pena", afirma. 

Leia também: "Eu corria até desmaiar", jovem compartilha luta contra anorexia nas redes

Aconselhando outros jovens com anorexia

Três anos depois, Michaela está com cerca de 50kg e usa roupas tamanho 38. A jovem afirma que está muito mais feliz e não sente mais tanta pressão sobre a própria aparência, comida ou exercícios físicos. "Eu amo me exercitar e faço isso porque amo meu corpo, não como punição. Eu estou comendo comidas saudáveis, mas também não tenho medo de comer besteiras de vez em quando." 

Leia também: Após ter peso de criança de 5 anos, jovem luta contra disturbio alimentar

Nas redes sociais, ela compartilha fotos de seu corpo antes e depois da anorexia , para mostrar o progresso na recuperação e tentar inspirar quem esteja passando pelo mesmo. "Às outras pessoas que estão sofrendo com disturbios alimentares, eu recomendo muito conversar com alguém. Falar sobre isso é o primeiro passo para a recuperação e, depois disso, é continuar a lutar. Existe uma vida cheia de alegria para você depois de se recuperar", finaliza.