Tamanho do texto

O estudo foi feito por um app de caronas com base nas avaliações dos usuários, que consideram as condutoras melhores que os condutores

A menos que você viva em um local isolado onde ninguém dirige, provavelmente já ouviu aquele ditado que diz: “mulher no volante, perigo constante”. A famosa frase é algo em que muita gente – tanto homens quanto mulheres – acreditam, mas, além de ser extremamente preconceituosa, um levantamento recente aponta que as mulheres não são apenas ótimas motoristas, mas dirigem até melhor que homens.

Leia também: Confira oito mulheres empoderadas para começar a acompanhar agora mesmo

'Mulher no volante, perigo constante'? Nada disso: segundo pesquisa, condutoras são mais cuidadosas
Shutterstock
'Mulher no volante, perigo constante'? Nada disso: segundo pesquisa, condutoras são mais cuidadosas


Detalhes do levantamento

A pesquisa em questão foi realizada pelo BlaBlaCar – aplicativo de caronas para longas distâncias – e levou em consideração a nota que os usuários estabelecem para os motoristas quando utilizam o serviço. Essas avaliações levam em conta não apenas o quão bem a pessoa dirige na opinião dos usuários, mas também a simpatia e a gentileza do motorista durante as viagens e as condições do carro (se ele está limpo e organizado). De acordo com o resultado, ter uma mulher no volante é tão ou mais seguro que ter um homem: sendo 5 a nota máxima, a média entre as notas delas app é de 4,8, enquanto, para eles, ela cai um pouco, ficando em 4,7.

Leia também: Cinco mulheres que nos mostram que a luta contra o machismo não acabou

Apesar de o aplicativo ter usuárias como Márcia Fortes, que, no início, só oferecia caronas a mulheres por questões de segurança, as avaliações positivas dadas às motoristas também vêm dos homens. “Já realizei mais de 30 viagens pelo aplicativo. Viajei com muitas mulheres e posso garantir que elas sempre são as melhores no volante, na conversa e na gentileza”, comenta Demétrio Martins, usuário do serviço. Mas, afinal, por que isso acontece?

Leia também: Dez coisas relacionadas a sexo pelas quais você não precisa se sentir culpada

A pesquisa realizada pelo app não é a primeira a mostrar que ter uma mulher no volante é perfeitamente seguro; de acordo com um levantamento divulgado pelo Detran (Departamento de Trânsito) em 2017, apenas 15% dos acidentes graves ocorreram com condutoras . Entre elas, prevalecem as batidas leves, e isso ocorre, segundo o estudo, porque elas têm mais cautela e mais respeito tanto com as leis de trânsito quanto com outros motoristas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.