Tamanho do texto

Por muito tempo, a ativista canadense se sentiu envergonhada em mostrar o próprio corpo, mas hoje incentiva que outras mulheres façam o mesmo

Um ativista plus size que superou o bullying aprendendo a amar o próprio corpo está inspirando mulhares a abraçarem suas formas. Julianna Mazzei, de 25 anos, mais conhecida nas redes como "Jewelz", deixou de ter vergonha de falar sobre o peso e posar com roupas curtas.

Leia também: "Tour pelo corpo": youtubers fazem barulho com corrente de autoaceitação

Antes de ser ativista pela positividade corporal, Julianna Mazzei sofreu bullying por causa do peso e aparência
Reprodução/Instagram
Antes de ser ativista pela positividade corporal, Julianna Mazzei sofreu bullying por causa do peso e aparência


A jovem, que mora em Toronto, no Canadá, publica fotos no Instagram e escreve na legenda sobre a luta para se aceitar. "Até os 23 anos, eu me odiava. Ao encontrar inspiração online, e sabendo quem eu sou e o que preciso fazer, eu precisava começar a aceitar quem eu era", conta. Até aquele momento, Jewelz havia sofrido muito com bullying , o que a deixava insegura em mostrar seu corpo. 

"Posso citar um dicionário completo de nomes", diz. "Quando as pessoas estão fazendo comentários sarcásticos sobre você pelas suas costas é mais difícil se defender e dizer o que precisa ser dito."

Ela também conta que um namorado terminou o relacionamento por ela "não ser saudável", o que afirma ser mentira. "Nunca tive um médico me dizendo que eu tinha que mudar minha dieta ou que precisava perder peso. Tive um médico me disse que eu estava gorda, mas nunca algo como, 'Bem, você precisa perder peso porque sua saúde está em risco'".

Leia também: Mulheres mostram que cicatriz é sinal de orgulho e não de vergonha em fotos


Inspiração

Apesar dos comentários intimidadores, a ativista aprendeu a aceitar o corpo e aceitar também que veste roupas de tamanho 56. Por causa disso, ela decidiu que seria uma boa ideia começar a publicar fotos no Instagram. "Me sinto sexy no meu corpo e sinto que todo mundo deveria".

Seja mostrando o corpo ou com hashtags nas redes sociais, Julianna Mazzei continua defendendo sobre a positividade corporal e incentivando o amor próprio , mantendo o objetivo de "lembrar as mulheres de que também podem de sentir bonitas e que nem sempre precisam estar de acordo com o padrão das modelos."

Meme

No ano passado, a ativista já havia chamado atenção quando se tornou a mulher nua a frente de um  meme positivo feito por internautas. A montagem levava a seguinte frase: “Existe uma bela sereia em todos os corpos e tamanhos”


"Eu quis fazer esse ensaio [da foto acima e que foi usada no meme] para expressar como eu me sinto com meu corpo agora”, explicou a jovem em entrevista ao site “Yahoo Lifestyle”. Jewelz disse ainda que a fotografia representava amor próprio, aceitação e beleza, principalmente depois de ter superado o bullying. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.