Tamanho do texto

Cantora não é a única mulher a nos mostrar que tudo bem ter os furinhos

A cantora Anitta divulgou nesta segunda-feira (18) o clipe de seu mais novo trabalho, a música “Vai Malandra”. E nós, aqui do Delas, só conseguimos pensar uma coisa: tem celulite, sim!!! O vídeo começa com uma mulher – Anitta – andando, mas o foco é o bumbum “imperfeito” , com uma coxa com furinhos e marquinhas – algo normal para todas as mulheres, mas que é visto como algo a se combater.

Leia também: Mulheres são obrigadas a depilar os pelos? Veja histórias que provam o contrário

Clipe da música
YouTube/Anitta/Reprodução
Clipe da música "Vai Malandra" começa com close em um bumbum que tem, sim, celulite, assim como qualquer mulher

A celulite está sempre presente em regiões que concentram gordura. Como as coxas das mulheres concentram muita gordura, assim como o bumbum, é mais do que normal ter os famosos furinhos. Entretanto, por conta da pressão estética , é normal que nos sintamos forçadas a combater este “mal” tão natural dos nossos corpos.

Felizmente, cada vez mais aparecem mulheres determinadas a combater essa ideia errada. Uma coisa é se cuidar, outra é fazer algo impossível, como acabar com todas as celulites, e ainda se sentir inferior por exibir as marquinha. Conheça outras mulheres que já nos ajudaram a mudar nossa visão sobre esses furinhos:

Sophie Turner

Modelo Sophie Turner, de 22 anos, explica que tem celulite desde os doze anos e que as marcas já se tornaram parte dela
Instagram/sophieeturner/Reprodução
Modelo Sophie Turner, de 22 anos, explica que tem celulite desde os doze anos e que as marcas já se tornaram parte dela

Modelo, de 22 anos, Sophie Turner se sentiu horrível quando viu uma foto de um ensaio que fez usando lingerie. Por conta da luz do sol, as celulites em sua coxa foram evidenciadas, impossível de não serem vistas. Entretanto, após se sentir diminuída pelas marcas que todas as mulheres têm, em maior ou menor quantidade, percebeu que não são os furos os responsáveis por definir quem ela é .

“Eu sou mais do que esses furos, mais do que essas dobras e mais do que essas gorduras nas minhas costas. É natural para nós, mulheres, ter celulite, e devemos parar de ver isso como algo nojento ou feio”, escreveu em sua antiga página no Instagram.

Madalin Giorgetta

Na esquerda, a primeira foto que Madalin tirou em um dia na piscina, na direita, a foto que acabou postando no dia
Instagram/madalingiorgetta/Reprodução
Na esquerda, a primeira foto que Madalin tirou em um dia na piscina, na direita, a foto que acabou postando no dia

Existe uma melhor forma de assumir as celulites? No caso da personal trainer Madalin Giorgetta, o jeito foi estampar uma foto de seu bumbum cheio das marquinha em uma revista . A foto escolhida para ilustrar uma entrevista, entretanto, havia inicialmente feito Madalin sentir nojo de si mesma.

“Quando minha irmã originalmente tirou essa foto minha eu fiquei tipo ‘credo, que nojo, apaga isso’. Eu me esqueci de apagar e a mantive no computador por meses. Eu compartilhei outra foto daquele dia e nunca imaginei que poderia compartilhar a original um dia”, explicou em posto no Instagram.

“Quando uma revista me entrevistou para uma edição sobre corpos, eu enviei cinco fotos em que eu achava estar muito bem. Eu hesitei em enviar esta foto, já que não sabia como me sentiria com ela estando em todas as bancas da Austrália, mas em um momento ‘ah, que se dane’, eu também a enviei.”

Callie Thorpe e Diana Sirokai

Callie e sua amiga Diana são modelos plus size e se tornaram inspiração por mostrar a realidade dos corpos
Reprodução/Instagram/calliethorpe
Callie e sua amiga Diana são modelos plus size e se tornaram inspiração por mostrar a realidade dos corpos

O que é verdade nas redes sociais? E o que é ilusão? As modelos Callie Thorpe e Diana Sirokai  mostraram que, com a ajuda da tecnologia, é muito fácil modificar completamente o corpo antes de publicar uma foto.

As duas pediram para uma fotógrafa registrar todas as suas “imperfeições”. Depois, uma cópia da foto foi feita, mas a profissional removeu todas as marquinha usando um programa de computador. As modelos também ficaram mais magras com a edição. Posteriormente, o antes e depois foi compartilhando no Instagram.

"Não é de admirar que as mulheres estejam cheias de inseguranças. Durante anos, fomos submetidas a imagens perfeitas e sempre alteradas pela mídia. Enquanto os programas de edição têm sua importância e necessidade em alguns setores das indústrias, isso é o extremo quando se trata de editar, apenas para mostra o quanto podemos realmente nos alterar”, escreveu Calie. Confira aqui a foto em que as duas aparecem sem cada celulite que têm no corpo.

    Leia tudo sobre: Anitta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.