Tamanho do texto

Criticada após dizer estar detestando ser mãe, Juliana Reis ganhou visibilidade e, após ir à TV, recebeu alguns pedidos de desculpas e encontrou uma causa para chamar de sua

Desde que decidiu publicar um desabafo contando todas as dificuldades que enfrenta com o que chamou de "maternidade real", Juliana Reis, de 25 anos, foi criticada, julgada, bloqueada do Facebook, convidada a participar de programas de televisão e, depois de tudo isso, encontrou uma causa para chamar de sua.

Juliana Reis e o filho, Vicente
Monique Ranauro/Exclusivo para o Portal iG Delas
Juliana Reis e o filho, Vicente


Ensaio exclusivo

E, enquanto embala Vicente, de 2 meses, que havia tomado vacina e estava "meio enjoadinho", ela fala sobre as últimas semanas e ainda mostra um pouco da rotina tão atribulada do puerpério. O ensaio exclusivo foi feito pela amiga e fotógrafa Monique Ranauro. 

Chegaram até a me mandar mensagens admitindo que tinham me criticado, mas que depois viram que eu não era aquele monstro. Essa foi a melhor parte"

As duas moram em Belfort Roxo, no Rio de Janeiro, e trocam experiências sobre o período. Aos 29 anos, Monique entende os perrengues que Juliana enfrenta: ela sofreu de  depressão pós-parto e chegou a tentar o suicídio duas vezes após o nascimento da filha, Mia, de 5 meses. 

Ao Deles , Monique contou um pouco do que passou desde que deu à luz.

"Jogam no nosso colo uma responsabilidade absurda e querem que nós sejamos fortes na hora! Eu achei que fosse morrer. Tentei suicídio duas vezes! Planejei o nascimento da Mia com todos os detalhes, mas graças a essa depressão pós-parto de m**** vi tudo saindo do meu controle. Com sorte consegui fazer meu TCC e concluir a faculdade. Mas emprego? Trabalhava há seis anos num escritório de advocacia, fui demitida. É muito difícil tudo!", lamentou.

+ Homem desabafa após polêmica sobre maternidade: "Minha esposa tentou suicídio"

Juliana Reis e Vicente, em ensaio exclusivo para o Delas
Monique Ranauro/Exclusivo para o Portal iG Delas
Juliana Reis e Vicente, em ensaio exclusivo para o Delas


"Viram que eu não era aquele monstro"

Depois de toda a repercussão, Juliana diz ter recebido mensagens de apoio e pedidos de desculpas. "Algumas pessoas me pediram desculpas porque pensaram mal de mim no começo, outras ainda pensam e acham que fiz e faço tudo para aparecer porque não conseguem enxergar o propósito por trás dessas aparições.. Provavelmente, outras pessoas passaram a entender, mas nem todas têm a humildade de se redimir", reflete a mãe de Vicente, de 2 meses.

Juliana Reis ensina truque simples: 'Mas que muda a nossa vida. Basta colocar um lixinho do lado do trocador de fralda. Parece bobeira, mas ajuda muito'
Monique Ranauro/Exclusivo para o Portal iG Delas
Juliana Reis ensina truque simples: 'Mas que muda a nossa vida. Basta colocar um lixinho do lado do trocador de fralda. Parece bobeira, mas ajuda muito'


+ "Aquela Juliana morreu quando recebeu o teste positivo. Morri naquele dia"

Juliana Reis amamenta Vicente: 'Cansativo e doloroso'
Monique Ranauro/Exclusivo para o Portal iG Delas
Juliana Reis amamenta Vicente: 'Cansativo e doloroso'


Mãe que é mãe...

"O que mudou na minha vida é que hoje tenho algo em que trabalhar. Estou com o projeto de blog e com o grupo do Facebook que estou curtindo muito", diz ela, sobre o Mãe Que É Mãe.

Juliana Reis
Monique Ranauro/Exclusivo para o Portal iG Delas
Juliana Reis

"A ideia é desconstruir essa coisa de que mãe tem que ter algumas atitudes para ser uma boa mãe. Por exemplo, que 'mãe que é mãe precisa gostar de amamentar'. Eu não gosto de amamentar, meu filho fica colado 24 horas por dia no meu peito e é cansativo, é doloroso. Gosto em alguns momentos, mas falar que morro de amores não dá. Muitas mulheres passam por isso e não têm coragem de falar. Também quero dar conselhos, por exemplo, sobre mastite, que tive na amamentação. Posso trocar ideias com essas mães que passam por isso também", emenda.

* Monique Ranauro é responsável pelo projeto Sou Dessas Mães, que consiste em fotografar mulheres-mães e suas crias, não importando a idade. O objetivo do projeto é mostrar a maternidade nos diferentes estágios da vida, do puerpério até a idade adulta. 



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.