Tamanho do texto

Em 2016, o Ligue 180 registrou 3.174 relatos de violência durante o período de pré-carnaval e carnaval, o que significa um aumento de 221% em relação ao mesmo período em 2015

As denúncias de violência contra a mulher através do Ligue 180 bateram recorde e aumentaram 221% neste ano em relação a 2015. A pedido do Delas , a Secretaria de Políticas para as Mulheres separou os dados das denúnicias de todo o Brasil no período de pré-carnaval e carnaval. 


Neste ano, serviço registrou 3.174 relatos de violência entre 01 e 09 de fevereiro. Em 2015, de 10 a 18 de fevereiro, foram registrados 1.158 relatos, segundo relatório da secretaria. 

Leia também:  Vídeo da Globeleza causa indignação em estrangeiras; você concorda?

Dentre os relatos de violência registrados em 2016, 50,94% (1.892) foram encaminhados para autoridades policiais e Ministério Público, a pedido da/o denunciante. E do total de relatos de violência registrados neste ano, 51,18% (1.901) corresponderam à violência física; 28,43% (1.056), à violência psicológica; 7,51% (279), ao cárcere privado; 7,16% (266), à violência moral; 3,34% (124), à violência sexual; 2,29% (85) à violência patrimonial; e 0,08% (03), ao tráfico de pessoas. Veja mais detalhes nos gráficos e a comparação com 2015: 

Dados de 2016
Reprodução
Dados de 2016


Dados de 2015
Reprodução
Dados de 2015

A secretaria ainda aponta que, quando comparado o mesmo período de 2016 em relação a 2015, nota-se um aumento de 206% nos relatos de violência física; 185%, de violência psicológica; 1.113%, de cárcere privado; 280%, de violência moral; 148%, de violência sexual; 286%, de violência patrimonial; e 200%, de tráfico de pessoas. 

Causas das denúncias
Reprodução
Causas das denúncias


Dados ainda mostram os cinco estados que registraram os maiores números absolutos de relatos de violência. São Paulo lidera com 618 casos, seguido por Rio de Janeiro, com 487 e Minas Gerais, com 387. Completam a lista Bahia, com 223, e Rio Grande do Sul, com 195. 

A lista de estados foi quase a mesma em 2015, mas com números bem menores no ano passado: São Paulo, 224; Rio de Janeiro, 161; Minas Gerais, 103; Bahia, 93 e Paraná, 69. 

Campanha

Nesse carnaval, campanhas para que as mulheres usassem o Ligue 180 ganharam força e famosas posaram com a camiseta da campanha "#meunumero é 180". 

Leia mais:  Você precisa saber disso para se proteger de abordagens agressivas no carnaval

Caso polêmico

Logo no começo do carnaval, na sexta-feira (5), uma jovem usou o Facebook para denunciar que ela e a amiga foram vítimas de assédio em bar na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo. O caso ganhou repercussão nas redes sociais, que também serviram como importante ferramenta para denúncias e relatos. 

O Carnaval começou com uma dose cavalar de silenciamento. Senta que lá vem textão. Ontem à noite, eu e meus amigos...

Publicado por Júlia Velo em  Sexta, 5 de fevereiro de 2016


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.