Tamanho do texto

Campanha "Se a abordagem é agressiva, #meunumero é 180" orienta mulheres sobre tipos de abuso durante a folia

Campanha contra abuso sexual no Carnaval
Reprodução
Campanha contra abuso sexual no Carnaval

O carnaval é uma época conhecida pela folia e pelo clima quente e de pegação nos blocos de rua e nas festas. Mas algumas abordagens passam do limite e se tornam agressivas. 

"Em 2016, o samba está comemorando um século. Nesses 100 anos, celebramos evoluções. Mas, quando o tema é assédio, alguns foliões parecem ter parado no tempo, e até retrocedido", informa o site da campanha.

#meunumero é 180" foi lançada com o intuito de conscientizar a população, informar as mulheres onde podem pedir ajuda e proporcionar um carnaval mais seguro para todos. 

180 é o número para denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher
Reprodução
180 é o número para denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher

Algumas famosas já aderiram ao "#meunumero é 180" e compartilharam fotos vestindo a camiseta da campanha. "Estou participando da campanha contra o assédio sexual. Muita atenção nesse Carnaval!", escreveu Beth Szafir em uma rede social. "'O chefe da folia pelo telefone mandou avisar que com violência não dá pra brincar'. Violência contra as mulheres é crime! Denuncie! Ligue 180", compartilhou Paloma Bernardi. Veja as publicações de algumas famosas. 

+  Vídeo da Globeleza causa indignação em estrangeiras; você concorda?

ATENÇÃO MULHERADA! Não fique quieta! Ligue!! #nao #a #violência #mulher

Uma foto publicada por glendakozlowski (@glendakozlowski) em


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.