Tamanho do texto

Colunista do Delas, preparador físico Vinicius Possebon explica como se recuperar depois de “enfiar o pé no ovo” durante o feriado da Páscoa

Chegou a Páscoa, e você não resistiu aos ovos de chocolate e todas as delícias do feriado. Segundo Vinicius Possebon, isso não precisa se tornar um problema. “Todo mundo merece se esbaldar em chocolate de vez em quando”, brinca, destacando que existe um treino para recuperar o “pé na jaca” da páscoa, também conhecido como “pé no ovo”.

Leia também: Aprenda série de menos de 4 minutos para turbinar as pernas em casa

Segredo para queimar a gordura conquistada pelo excesso de chocolate na Páscoa é apostar no treino de alta intensidade
Shutterstock
Segredo para queimar a gordura conquistada pelo excesso de chocolate na Páscoa é apostar no treino de alta intensidade

Segundo Possebon, os presentes saborosos do coelhinho podem trazer novos pneuzinhos para a cintura, e pode demorar muito para perdê-los sem fazer o treino para recuperar o “pé na jaca” da páscoa. “Se você tentar perder as calorias dos chocolates com atividades aeróbicas extensivas comuns, como caminhada e bicicleta, pode demorar mais de um mês e não terá convertido todo o gasto calórico em queima de gordura”, explica. O especialista conta que o segredo para queimar a gordura conquistada pelo excesso de chocolate é apostar nos treinos de alta intensidade. “Eles fazem com que o corpo continue queimando gordura mesmo depois do treino”, explica.

Cuidado: treino avançado

Para explicar o treino, Possebon alerta que se trata de um treino de nível mais avançado. “Faça no seu tempo e tente completar todo o treino, mesmo que você o faça mais lentamente”, conta. O especialista alerta que é importante estar em dia com os treinos. “Uma pessoa sedentária não deve começar com esse tipo de treino”, explica, lembrando que é sempre válido consultar um médico para obter as orientações necessárias.

Treino completo de 11 minutos

Burpee adaptado – 40 segundos

via GIPHY

Em posição de prancha, junte os pés para trás e abra as pernas quando vier para frente, colocando-as na altura do ombro.

Salto unilateral – 40 segundos:

via GIPHY

Após saltar, abra as pernas, leve um joelho para frente, dobrando a 90º, e flexione o outro em direção ao chão.

Leia também: Preguiça? Aprenda a fazer exercícios sem sair da cadeira

Montanha Alpinista – 40 segundos:

via GIPHY

Em posição de prancha, movimente as pernas, flexionando os joelhos e movimentando como em uma corrida, porém sem tirar as mãos do chão.

Abdominal infra – 40 segundos:

via GIPHY

Deite-se no chão e estique as pernas, elevando-as e abaixando logo em seguida.

Prancha alternada mão e pé – 40 segundos:

via GIPHY

Em posição de prancha, leve a mão direita à perna esquerda, encontrando-as, e permaneça por um tempo repetindo o movimento. Depois, alterne para a mão esquerda na perna direita.

Agachamento isométrico – 40 segundos:

via GIPHY

Agache-se e deixe os joelhos flexionados em 90º, permanecendo na posição até terminar o treino.

Corrida parada – 40 segundos:

via GIPHY

Corra sem sair do lugar. O segredo é não elevar muito as pernas e tentar fazer os movimentos o mais rápido possível.

Ao terminar a sequência, que dura cerca de 4 minutos e meio, Possebon afirma que é necessário descansar por 1 minuto. “Depois disso, repita a sequência”, completa. Após este treino para recuperar o "pé na jaca" da Páscoa, o segredo é continuar com os treinos. Para ver mais dicas de exercícios para fazer em casa, siga a coluna de Vinicius Possebon no Delas .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.