A cantora Ludmilla disse em entrevista à revista Glamour que o feminismo deve ser antirracista e comentou sobre a responsabilidade das mulheres negras na atual sociedade.

Ludmilla fala sobre feminismo
Divulgação
Ludmilla lança "Cobra Venenosa"


“A mulher preta, além de defender o feminismo, tem que se preocupar com a luta contra o racismo”, disse a cantora à Glamour. “Tudo para a mulher preta dá mais trabalho, tem que ser provado mais vezes”.

Questionada sobre os movimentos feministas de mulheres brancas e negras, Ludmilla foi enfática: “Nós, pretos, não podemos mais deixar passar”.

Ludmilla se tornou a primeira cantora negra latina a alcançar 1 bilhão de streams no Spotify.

    Veja Também

      Mostrar mais