Tamanho do texto

A colunista Nara Grossi dá dicas para valorizar a luz natural e escolher a cortina certa para a janela - e os olhares - de sua casa

Quem nunca se pegou olhando para dentro da janela do vizinho ou se sentiu observado por algum curioso? As janelas nos conectam com o mundo lá fora. Não só nos fazem olhar para a rua como também direcionam nossa atenção para janelas – e o mundo - de outras casas. E como escolher a cortina certa para manter a sedução e a beleza no limite entre o ver e o ser visto?

Leia também - Iluminação indireta é a queridinha para o aconchego em casa

As janelas indiscretas são um prato cheio para os curiosos de plantão. Escolha a cortina certa para você
Reprodução/Filme
As janelas indiscretas são um prato cheio para os curiosos de plantão. Escolha a cortina certa para você


Tirar proveito da luz natural para dentro de casa é maravilhoso! Nada como aquele solzinho entrando de leve, alimentando as plantas e aquecendo nossos bichos de estimação. Quando a luz do sol entra de um jeito ameno, sem castigar os móveis e o piso, dá pra pensar em não colocar cortina. Principalmente se a janela for grande e bonita de ver. Nesse caso a cortina certa é não ter cortina!

Quando o assunto é casa no meio do verde,  nada melhor do que evitar as cortinas e privilegiar a vista
Reprodução/Gema Arquitetura
Quando o assunto é casa no meio do verde, nada melhor do que evitar as cortinas e privilegiar a vista












A janela participa como elemento que compõe o desenho da sala, com direito às árvores da rua trazendo frescor para o espaço. Cortina pra quê?
Reprodução/Pinterest
A janela participa como elemento que compõe o desenho da sala, com direito às árvores da rua trazendo frescor para o espaço. Cortina pra quê?



Mas se o seu estilo é mais conservador - ou se seus vizinhos são muito bisbilhoteiros – e se a incidência do sol deixa o ambiente quente demais, a cortina é fundamental. Nesse caso, há algumas dicas para você fazer a melhor escolha. 

Leia também - Decoração com plantas: inspire-se e traga o verde para dentro de casa

Cortinas lisas

Para a sala de estar, optar por cortinas em tecido de fibra natural é uma ótima pedida. O tecido - linho ou algodão, por exemplo - tem um toque confortável, gostoso e deixa os espaços mais aconchegantes.

O tecido liso é o mais usado, trabalhando com a transparência de um jeito elegante e sóbrio. A dica aqui é nunca usar um tecido muito branco, porque ele reflete a luz de um jeito desconfortável para os olhos.

A cortina filtra a luz natural trazendo conforto visual para o ambiente.
Reprodução/Gema Arquitetura
A cortina filtra a luz natural trazendo conforto visual para o ambiente.




O tecido em fibra natural dá mais cara de casa para a sala
Reprodução/Casa Cláudia
O tecido em fibra natural dá mais cara de casa para a sala


Cortinas estampadas

Para os mais ousados, as cortinas estampadas são bem-vindas, porque elas trazem personalidade ao ambiente. O desafio aqui é acertar na mistura das cores da estampa. A dica é trabalhar com duas ou três cores no grafismo escolhido, além de optar por um tom similar ou complementar a alguma cor existente no espaço.

A estampa em azul e branco alegra o ambiente sem chocar
Reprodução/Historias de casa
A estampa em azul e branco alegra o ambiente sem chocar





Cortinas em tecido natural com estampas étnicas e geométricas colorem o ambiente com leveza
Reprodução/Pinterest
Cortinas em tecido natural com estampas étnicas e geométricas colorem o ambiente com leveza




Cortinas rolô

Para os quartos e escritórios, a cortina rolô entra como opção prática e neutra. Esse tipo de proposta funciona como um painel que filtra a luz do sol interferindo pouco na espacialidade dos ambientes.

A cortina faz o enquadramento para valorizar o verde do lado de fora.
Reprodução/Gema Arquitetura
A cortina faz o enquadramento para valorizar o verde do lado de fora.



Leia também - Tapetes na decoração: dicas e inspirações

A cortina certa é aquela que combina com sua casa e seu jeito de ser, já que não existem regras a serem seguidas.  O importante é entender se você gosta de mais ou menos luz natural entrando em casa e como essa luz natural – junto aos olhares dos vizinhos - deve ou não ser filtrada. Qual a sua escolha? Para saber mais sobre Arquitetura e Design, siga a coluna de Nara Grossi aqui no Delas

    Leia tudo sobre: casa