Pets e crianças
Reprodução: Alto Astral
Pets e crianças


Toda criança feliz, tem pais felizes? Nem sempre! Pais infelizes podem ter filhos felizes, apesar do exemplo ser importante, mas a maneira como as crianças são criadas conta muito também.

É difícil determinar o que é felicidade. Para cada pessoa o conceito é diferente, mas uma criança que não é feliz, não precisa necessariamente ser uma criança infeliz.

Se a criança está sempre insatisfeita, se nada a agrada, se é uma criança que está sempre emburrada, se não tem aquela energia infantil que estamos acostumados a ver em crianças felizes, podemos dizer que ela é infeliz?

Quando uma criança é querida, amada e respeitada, ela se torna uma criança mais segura, e essa segurança pode lhe trazer mais felicidade. Vários elementos na criação de seu filho, podem fazer com que ele cresça seguro de si mesmo e feliz.

Começa por uma gravidez desejada, onde a mãe se sente contente e em condições de ter esse filho, não há a necessidade de somar bens materiais para que a mãe sinta-se confortável nessa gravidez, o necessário é estar ciente de que esse filho será amado e querido.

Um parto tranquilo, onde a mãe pensa somente coisas boas para esse momento. Nos primeiros meses após o nascimento, a demonstração de carinho, cuidado e atenção, traz tranquilidade ao bebe e a certeza de ser desejado.

Você viu?

Quando a criança nasce, ela é totalmente dependente de cuidados, e a pessoa que ela reconhece nesses cuidados é a mãe, ela inclusive não consegue diferenciar a si mesmo como um ser humano independente, somente após algum tempo ela perceberá que ela e a mãe são pessoas diferentes

Quando o bebê chora, ele precisa ser confortado, e na maioria das vezes o choro vem por algum desconforto que ele sente como fome, sede, frio e calor, a criança não conhece nossa noção de tempo, e então quando a mãe se afasta ela chora para que a mãe retorne e atenda suas demandas.

Com o passar do tempo, a criança começa a perceber que a mãe se afasta mais volta, isso faz com que ela se conforte sozinha. As crianças que não tiverem suas demandas básicas atendidas na infância podem tornar-se crianças e adultos inseguros, que provavelmente vão utilizar métodos de compensação para suprir suas necessidades de atenção.

Esses métodos podem ter a ver com alimentação, disciplina, falta de interesse geral pelo mundo a sua volta, e insegurança

A boa noticia é que nem tudo esta perdido, a partir do momento em que você percebe que seu filho não é feliz, ha muitas coisas que você pode fazer para ajuda-lo, e trazer a segurança que ele necessita para viver de uma forma mais plena

Apoie seu filho de maneira muito clara quando ele estiver certo, e quando não estiver, deixe claro os motivos pelos quais você não o faz. Mostre para essa criança o quanto ela é importante para você nesse momento, e o quanto ela ja era importante quando nasceu.

Esteja muito presente no dia a dia da criança, de atenção pelos meios que você puder, seja por presença física, por telefone ou por mensagens. Inconscientemente a criança pode ter uma gravação de abandono, que precisa ser remarcada por uma gravação de atenção e carinho.

Para que você consiga fazer essa nova gravação é necessário que você haja como mãe no conceito mais puro dessa palavra. Algumas crianças vão conseguir, outras não, mas ainda sim, a responsabilidade é e sempre será sua.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários