A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) nos levou a passar mais tempo em casa. Como consequência, os acidentes domésticos aumentaram, como relata Beatriz Lassance, cirurgiã plástica e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP): “Neste período de quarentena realizei mais atendimentos relacionados a acidentes em casa do que o normal”. 

Leia também: Crianças em casa: como evitar acidentes domésticos?

alcool gel arrow-options
Pixabay/Gadini
Álcool em gel é um aliado na luta contra o novo coronavírus, mas deve ser usado com atenção ou pode provocar sérios acidentes domésticos

Nesse sentido, é necessário redobrar a atenção em relação aos hábitos e funcionamento da casa para garantir a segurança de toda a família neste período. Pensando nisso, listamos algumas dicas de como evitar acidentes domésticos

1. Evite álcool em gel na cozinha e limpeza da casa

O uso do álcool em gel tem sido amplamente divulgado, no entanto, nem todo mundo lembra que, assim como o líquido, ele é altamente inflamável. Por isso, o produto deve ficar bem longe da cozinha. 

“A limpeza das mãos na cozinha pode ser feita com água e detergente. Já para limpar o ambiente, prefira produtos desengordurantes específicos para a higienização do local”, ressalta Beatriz Lassance. 

2. Atenção ao usar facas, panelas e outros utensílios

Utensílios de cozinha exigem cuidado. Se não souber como manuseá-los corretamente, evite usar. No caso de facas, por exemplo, prefira uma menor e mais simples de manusear. Outro ponto de atenção é a panela de pressão . Se não souber como usar, o estrago pode ser grande. Peça ajuda! Além disso, Beatriz lembra que os cabos da panela devem estar sempre virados para dentro do fogão.

“Faca corta, fogo queima e ralador rala comida e gente. Tem que ter medo da faca, fogão, panela, forno e ralador. Não esqueça que existe uma curva de aprendizado e respeite a sua experiência pessoal”, aconselha a médica.

Leia também: Em quais lugares da casa o coronavírus pode durar mais?

3. Cuidado com o piso molhado

De acordo com Natan Chehter, geriatra pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, a queda é um dos principais acidentes domésticos e um dos locais onde mais acontece é na interface entre o piso seco e o molhado, ou seja, banheiros e áreas de serviço.

“A forma de evitar isso é adaptar o ambiente para as pessoas que usam. Prefira tapetes com maior aderência ao piso e coloque adesivo no piso da banheira, por exemplo”, orienta.

4. Atenção a objetos deixados no alto

Não deixa no alto objetos que você precisa acessar com frequência, isso vai minimizar a necessidade de subir em casas. Além disso, Natal recomenda evitar subir em bancos, cadeiras e privadas, por exemplo. Quando precisar pegar algo no alto, peça a ajuda de alguém. 

Leia também: Coronavírus: saiba como higienizar a casa e cuidar da família

5. Atenção às tomadas

Carlos Henrique dos Santos, especialista internacional em Gerenciamento a Emergências e Prevenção de Riscos  da Sprink, chama a atenção para um ponto importante: tomadas. Nunca utilize equipamentos de 20A em tomadas para 10A, isso pode causar um incêndio.

Ainda nesse sentido, Carlos orienta não deixar celulares e laptops ligados à energia por longo período, principalmente ao dormir, o que também pode causar acidentes domésticos

    Veja Também

      Mostrar mais