Tamanho do texto

As formas geométricas podem ser utilizadas em qualquer ambiente da casa

Quer mudar a decoração da casa , mas não sabe exatamente o que fazer? Uma das formas de dar um upgrade no décor é trazer cor às paredes – e, para isso, a pintura geométrica é mais do que bem-vinda. Com diversas formas à disposição do morador, a tendência é capaz de deixar os cômodos mais acolhedores.

escritório
Divulgação/AkzoNobel
Escritório da imagem é exemplo de como a pintura geométrica pode mudar o visual e dar mais vida ao cômodo

De acordo com Priscila Perez, especialista em design de cores para a América do Sul da AkzoNobel, a pintura geométrica permite personalizar o ambiente e criar o seu próprio desenho. É possível escolher entre diversos formatos e tonalidades. “Dependendo da cor utilizada, você deixa um local alegre, descontraído e aconchegante”, explica.

Priscila ressalta que não há uma forma específica para cada cômodo e que o importante é definir o estilo que contempla a decoração . “São muitas as possibilidades que dependem da criatividade de cada um. Enquanto alguns são ousados, outros têm um toque conservador”, destaca a profissional.

Para quem está interessado em adotar as formas geométricas , vale destacar que o triângulo e o trapézio estão em alta. A vantagem de usá-las é que é possível conectá-las uma a outra ou até subir para o teto ou nas paredes paralelas. É importante saber que retângulos, quadrados e círculos e outros desenhos também são bem-vindos e não precisam ficar de fora.

O que fazer em ambientes pequenos?

quarto
Divulgação/AkzoNobel
Profissionais dão dicas de como utilizar as figuras geométricas em ambientes menores para trazer sensação de amplitude

Em espaços pequenos, a recomendação de Priscila é dividir a parede em, no máximo, três repartições. A forma que será utilizada, por sua vez, é independente, e pode ser linhas retas, triângulos ou qualquer outra desejada. Nesse caso, o ponto mais importante será a escolha das cores – e os tons claros ajudam a dar uma sensação de amplitude.

Arquiteta e urbanista, Juliana Bortolussi traz outras dicas que podem ajudar a ampliar o ambiente. “Se o pé direito for baixo, as mais indicadas são as linhas mais verticalizadas, pois dão a sensação de alongar o ambiente. Caso a parede seja estreita, podem ser usadas as formas mais horizontais”, recomenda.

Quais cores utilizar?

quarto de bebê
Juliana Bortolussi
Neste quarto infantil, Juliana mesclou uma cor mais forte com outras mais suaves e deixou o ambiente agradável

No momento das escolhas das cores, o importante é analisar a decoração e o perfil de cada morador. “Se prefere um ambiente mais discreto, indicamos um cantinho para fazer detalhes com tons suaves. Se o objetivo for destacar a parede, o ideal é optar por um tom intenso, misturado com cores complementares ou neutras”, aponta Priscila.  

Por outro lado, caso o ambiente já possua um mobiliário e adornos muito coloridos, a sugestão de Juliana é adotar cores mais sóbrias e tons pastéis. Se for ao contrário, com os móveis mais neutros, vale apostar em uma pintura com tonalidades que sejam mais vibrantes e chamativas. 

“O uso de cores vibrantes combinadas a tonalidades neutras/claras pode deixar um ambiente bonito e sofisticado. As vibrantes, conhecidas também como cores quentes, são dinâmicas e estimulantes. Ambientes com essas cores aplicadas sugerem movimento e personalidade”, explica Priscila.

O bom é que, com a pintura geométrica , dá para criar mil e uma possibilidades, de forma que fique agradável e combine com os gostos e a personalidades dos moradores. Assim, seja para pintar uma ou mais parede, essa é uma das possibilidades mais econômicas para preencher um ambiente vazio.

    Leia tudo sobre: casa