Tamanho do texto

Confira as medidas recomendadas e outras dicas antes de comprar o móvel

Comprar um criado-mudo para colocar no quarto é uma tarefa que requer atenção. Isso porque, além de ser importante definir o design e analisar o material em que é fabricado, o item também precisa atender às necessidades dos moradores e estar adequado ao espaço disponível no ambiente. 

Quer comprar um criado-mudo para usar no quarto ao lado da cama? Arquitetas dão dicas e explicam sobre as medidas
shutterstock
Quer comprar um criado-mudo para usar no quarto ao lado da cama? Arquitetas dão dicas e explicam sobre as medidas

Para isso, a primeira preocupação ao comprar um criado-mudo está relacionada com o tamanho do móvel, que sofre influência da metragem e da disposição do cômodo. “Para acessarmos a cama, precisamos deixar uma circulação mínima de 60 cm ao lado, lugar quase que, intuitivamente, ocupado pela peça”, exemplifica a arquiteta Daniele Okuhara, da doob arquitetura. 

Para que o móvel seja funcional, a recomendação é que ele tenha, pelo menos, 45 cm de largura e 35 cm de profundidade para um bom aproveitamento das gavetas. No entanto, as medidas podem variar de acordo com o tamanho disponível.

A altura também é um fator determinante. Nesse caso, o ideal é que o item esteja relacionado às proporções da cama ou até 10 cm mais baixa. O padrão é que tenha 55 cm. 

Mais dicas para comprar um criado-mudo 

Confira outras dicas para comprar um criado-mudo que seja funcional e fique em harmonia com o restante do cômodo
Rafael Renzo
Confira outras dicas para comprar um criado-mudo que seja funcional e fique em harmonia com o restante do cômodo

O modelo com gaveta é o mais comum quando se deseja área de armazenamento. As opções vendidas prontas, geralmente, custam menos que as planejadas. No entanto, as feitas sob medida possuem como benefício a possibilidade de aproveitar melhor cada centímetro disponível no cômodo.

Quando não for possível adotar essa solução, há uma alternativa à disposição dos moradores. “Se o espaço de circulação é pequeno, pode-se optar por uma mesa lateral , que cumpre muito bem a função do móvel, além de ser leve e fácil de ser arrastada”, explica Daniele.

É importante saber também que nem sempre é preciso usar o criado-mudo nas duas laterais da cama. “Para dar um ar mais moderno à decoração, vale deixar a criatividade fluir e misturar peças com medidas, cores e até materiais diferentes”, aconselha a arquiteta Beatriz Ottaiano, que também atua na doob arquitetura.

Para quem tem espaço de sobra, outras opções também são bem-vindas. “Quando se tem uma largura mais generosa no quarto, como 80 cm, é possível substituí-lo por uma escrivaninha entre 75 e 78 cm de altura. Outro móvel que pode funcionar bem é uma cômoda. Porém, é uma solução para quem dispõe de uma cama com altura acima de 75 cm”, indica Daniele.

Como deixar o criado-mudo organizado?

Depois de comprar um criado mudo, é importante mantê-lo organizado.A personal organizer Ingrid Lisboa dá dicas
Edu Cesar
Depois de comprar um criado mudo, é importante mantê-lo organizado.A personal organizer Ingrid Lisboa dá dicas

Em entrevista prévia ao Delas , a personal organizer Ingrid Lisboa ensina que o segredo da arrumação é apostar no 'menos é mais'. Isso significa que poucos itens e caixas organizadoras são fundamentais.

Para começar, a primeira etapa é retirar tudo que estiver em excesso. Sabe aquelas revistas e agendas antigas? É hora de tirá-las de lá. Vale, ainda, juntar fios e agrupar os itens eletrônicos. Confira mais dicas neste link .

É importante saber que, depois de comprar um criado-mudo , a bagunça pode ser evitada ao priorizar os itens que são usados no dia a dia, como, por exemplo, os carregadores de celula, e deixá-los sempre à mão.

    Leia tudo sobre: casa