Tamanho do texto

Veja como incorporar espelhos e vidros refletivos em qualquer cômodo da casa, sem exageros, para mais amplitude, luminosidade e personalidade

Espelhos são ótimos acessórios para incorporar no design de casa. Versáteis, podem ser utilizados nos mais diversos cômodos e de maneiras bem diferentes.

Leia também: Confira dicas simples para limpar vidros e espelhos

Espelhos no design dão sensação de amplitude, profundidade e iluminação
Divulgação/irinachapira.com
Espelhos no design dão sensação de amplitude, profundidade e iluminação


Irina Chapira, arquiteta e designer de interiores, explica que brincar com espelhos no design é uma ótima forma de ampliar espaços e deixá-los mais iluminados, mas o efeito muda dependendo de como ele for utilizado. “O espelho numa cristaleira dá profundidade, já um vidro refletivo cobrindo uma TV, por exemplo, dá um ar mais tecnológico. ”, diz.

Ela ressalta que os espelhos devem estar entre os últimos itens adicionados à decoração, principalmente se eles forem ter molduras. “A gente deixa para mais tarde no projeto para não colocar espelhos demais e, no caso das molduras, buscar uma que tenha a ver com o resto da decoração, que combine com as madeiras usadas e a paleta de cores. Aí fica mais fácil encontrar algo que se encaixe com o resto da casa ou pedir algo sob medida para um marceneiro.”

Decore

Começando pelo hall de entrada, o acessório - numa parede ou apoiado no chão com uma moldura bonita - pode exercer a função de feng-shui, refletindo para fora tudo de ruim que pode querer entrar no ambiente, mas, independentemente disso, já começa a dar personalidade para a casa ou apartamento.


Na sala de estar, é legal explorar a capacidade de iluminação e profundidade do espelho. Já na sala de jantar, abuse da criatividade. “A gente não coloca uma placa lisa única de espelho preenchendo uma parede inteira. A gente transforma ele em vários recortes espelhados que montamos pela parede”, conta Irina. Vale também aplicar o espelho apenas na metade superior, por exemplo, das paredes.


Leia também: Erros e acertos no uso de espelhos em casa 

Banheiros e lavabos, claro, não podem ficar sem esse acessório. Mas você pode inovar colocando uma iluminação de LED embutida por trás deles ou brincar com espelhos maiores e menores.


No quarto, um uso mais discreto do acessório cai melhor. Incorpore modelos maiores ao closet, portas de armários, ou mesmo em algum cantinho para te ajudar a dar aquela conferida no look. Também fica legal usar uma faixa espelhada atrás da cama para emoldurá-la.

No quarto, o ideal é algo mais discreto, então use o espelho para emoldurar a cama, por exemplo
Divulgação/irinachapira.com
No quarto, o ideal é algo mais discreto, então use o espelho para emoldurar a cama, por exemplo


Vidros coloridos e refletivos

Outras opções para quem não quiser se comprometer com espelhos em superfícies tão amplas são os vidros refletivos e os vidros coloridos.

Os refletivos têm uma superfície translúcida e espelhada, e podem ser de diversos tons - os mais comuns são prateado escuro, champagne e dourado. Eles dão um ar de elegância e ficam bonitos em portas de armários, pois revelam, discretamente, o conteúdo do interior.

Leia também: Confira 8 ideias de decoração baratas e fáceis de se fazer

Os coloridos, por outro lado, são completamente opacos e praticamente não são espelhados. Mas, por estarem disponíveis em várias cores, dão um ar divertido e alegre para o  design  de ambientes como cozinhas e quartos infantis. Também são uma ótima opção para escritórios, em cores mais neutras e frias, onde espelhos podem ficar exagerados.


    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.